Destaques Esporte

Sem estádio

11 de janeiro de 2021

O Flamengo não vai poder mandar na partida contra o Palmeiras, no próximo dia 21, pela 31ª rodada, no Maracanã. A diretoria rubro-negro está estudando alternativas e ainda não se decidiu, mas pode ser que o jogo tenha que ser disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A opção mais próxima seria o Nilton Santos, mas é uma possibilidade bastante remota. O motivo do Maracanã não estar disponível para o jogo é que a partir do próximo dia 16, a Conmebol vai montar um escritório no estádio, que ficará à sua disposição.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Clássico
  • Análise
  • Castelão

Clássico

O São Paulo enfrenta o Santos, neste domingo, às 16 horas, no Morumbi, pela 29ª rodada do Brasileiro. Será o primeiro clássico do São Paulo na década que começou há dez dias. É a oportunidade para o Tricolor iniciar uma nova história diferente da dos dez anos anteriores, em que foi saco de pancadas dos rivais locais. Nos últimos dez anos, o São Paulo jogou 105 clássicos, com 27 vitórias, 32 empates e 46 derrotas. O saldo de gols foi: 101 a favor, 147 contra.

Análise

O Cruzeiro chega ao fim da Série B em um cenário bastante complicado. Com briga somente para permanecer na divisão de acesso, sendo o primeiro dos grandes times do futebol brasileiro a protagonizar este cenário, a Raposa encaminhou ter segurança de poder pensar exclusivamente no planejando de 2021. Com 44 pontos, o clube mineiro está praticamente salvo do risco de rebaixamento, estando a oito pontos do Z-4, faltando apenas cinco jogos para realizar.

Castelão

Com um jogador a menos desde os cinco minutos do segundo tempo, o Cruzeiro sofreu, mas conseguiu segurar a pressão do Sampaio Corrêa e encaminhou a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro ao ganhar por 1 a 0, nesta sexta-feira, no Castelão, pela 33.ª rodada. A vitória na capital maranhense encerra um jejum de quatro jogos e faz o Cruzeiro ficar em situação confortável na luta contra o rebaixamento, chegando aos 44 pontos, na 11.ª colocação. Já o Sampaio Corrêa praticamente deu adeus às chances de acesso ao perder a quinta seguida e estacionou nos 45, em nono lugar.