Turismo Destaques

Turismo em MG movimenta bilhões na economia

18 de outubro de 2021

Foto: Arquivo FM.

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) lançou, em maio deste ano, quando o setor do turismo começou a dar sinais de retomada gradual com o avanço da vacinação no Brasil, o programa Reviva Turismo, voltado a identificar tendências e promover o estado, seguindo os protocolos de biossegurança. Desde que ele foi colocado em prática, o fluxo turístico em Minas Gerais identificou uma movimentação de mais de 6 milhões de pessoas, garantindo números maiores inclusive que o período anterior à pandemia.

Pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por exemplo, uma das portas de entrada para o estado, em agosto de 2019, período pré-pandemia, passaram cerca de 570 mil pessoas. Já em agosto de 2021, o fluxo supera 670 mil turistas, ou seja, mais de 100 mil novos viajantes pelo estado. O novo relatório divulgado pelo Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG) registra que, em agosto de 2021, mais de 2 milhões de viajantes circularam pelo estado.

Segundo dados da última Pesquisa de Demanda realizada pelo Estado, em 2016, visto que ainda não há uma medição mais atualizada deste viés até então, a média de gasto de um turista em Minas Gerais é de cerca de R$ 105 por dia. A média de permanência do viajante no estado é de aproximadamente 6 dias, o que dá o valor R$ 630 por turista. Ao multiplicarmos 2 milhões de pessoas por R$ 630, chegamos ao montante de R$ 1,26 bilhão injetados na economia mineira por mês desde maio de 2021. Em três meses, desde o lançamento do Reviva Turismo, esse número chega a R$ 3,78 bilhões.

No que diz respeito ao movimento de empregos no setor do turismo em Minas Gerais, que vinha registrando quedas até o mês de maio, a partir de junho, com a recuperação exponencial que o setor vem passando, já houve registro de mais de 12 mil novas vagas preenchidas no acumulado.

Somente no último mês de agosto foram registrados mais de 5 mil postos de trabalho ocupados no setor do turismo no estado. O programa Reviva Turismo colocou como meta o aumento de 100 mil empregos na área em 15 meses. Em três, o estado já alcançou, portanto, 12% desse montante.