Destaques Saúde

Vereadores cobram repasses para o Ambulatório Escola da Uemg

22 de julho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Os vereadores Francisco Sena, Luiz Carlo Dentinho, Plínio Andrade e Dirceu Soares visitaram o Ambulatório Escola que é um serviço de referência regional em prevenção, diagnóstico e tratamento de HIV/ Aids, hepatites virais, hanseníase, tuberculose, violência sexual, acidente ocupacional. Os vereadores identificaram que o Ambulatório Escola não recebe recursos da prefeitura desde 2019.

Segundo os parlamentares, os recursos para custear esses serviços que foram depositados na conta da prefeitura mensalmente pelo governo do estado em 2020 e os deste ano ainda não foram repassados para o Ambulatório Escola. Até 2019, a administração municipal contribuía com um valor mensal no de aproximadamente de R$3,5 mil deixou de contribuir.

Os vereadores também identificaram que o ar-condicionado da farmácia não está funcionando. Ele é necessário para garantir o armazenamento de remédios com temperaturas adequadas. Por conta do problema no equipamento, os remédios estão sendo armazenados em outra sala pequena, que tem com ar-condicionado.

O Ambulatório Escola tem R$ 129.525,72 referente ao ano de 2020 e R$ 85.009,37 de janeiro a junho de 2021 de repasses para receber do governo do Estado que se encontram na conta da prefeitura, o executivo municipal precisa repassar com urgência para o ambulatório escola continuar atendendo a nossa população. Para isso o ambulatório precisa com urgência de tubos de coletas, seringas, agulhas, máscaras e outros materiais.

A Prefeitura Municipal enviou um projeto de lei para a Câmara Municipal para transferir os recursos que foram enviados no ano passado pelo governo estadual para o ambulatório escola. Os vereadores se comprometeram ao coordenador ambulatorial Sérgio Valverde se mobilizar para o projeto ser votado na próxima segunda-feira.