Destaques Saúde

UPA registra queda de 38% em atendimentos

Por Beatriz Silva / Redação

19 de agosto de 2020

OS ASPECTO EXTERNO DA UNIDADE DE SAÚDE MAIS IMPORTANTE DE PASSOS PARA ATENDIMENTO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA É DE DETERIORAÇÃO. / Foto: Divulgação

PASSOS — Após divulgação da queda de 29% nos números de consultas nas redes básica e especializada do município de Passos. O Relatório de atendimentos realizados pelos profissionais atuantes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), divulgado na terça-feira, 18, também revelou diminuição na procura. Conforme o documento, de janeiro a julho deste ano, a unidade contabilizou 51.301 atendimentos, o número é 38,52% inferior que em comparação ao mesmo período de 2019, quando o total foi de 83.447 consultas.

No terceiro mês do ano, o decréscimo foi de 33,57%, o resultado indica que, enquanto março do ano passado somou 12.560 atendimentos, o mesmo mês de 2020 computou apenas 8.343. Além disso, abril foi o período de maior divergência entre os atendimentos, com quase oito mil consultas a menos, a queda foi de 61,64%, passando de 12.696 registros para 4.869.

Da mesma maneira que a diminuição nas consultas nos postos de saúde, Bruno Borges Reis, o diretor técnico da UPA, acredita que a baixa procura tenha relação com o temor dos cidadãos em visitar unidades de saúde durante a pandemia. Ainda conforme o diretor técnico, apesar da queda, os números voltaram a subir a partir de maio e têm oscilado.

A diferença entre maio do ano passado e o deste ano é de 57,62%, passando 12.867 atendimentos para 5.453. Ainda em relação a maio de 2020, ao comparar com abril deste ano, identifica-se pequena alta de 11,99%, no entanto, os números voltaram a cair entre junho e julho. No sexto mês deste ano o resultado apresentou uma diferença 49,50% em comparativo ao mesmo mês de 2019. Foram 12.091 consultas ante 6.105 em 2020. Por último, mês passado representou 6.705 atendimentos, enquanto que, em 2019, o total foi de 11.546, em uma diferença de 41,92%.