Destaques Saúde

SRS de Alfenas faz alerta sobre necessidade de imunização completa

20 de agosto de 2021

Foto: Divulgação.

BELO HORIZONTE – A Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Alfenas tem reforçado junto aos 24 municípios de sua área de abrangência a importância da imunização completa, com o número de doses e período de intervalo indicado pelo laboratório fabricante do imunizante contra a covid-19.

Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o alerta é para que a eficácia da imunização seja maior, refletindo em menor número de internações e óbitos pela doença. Na última terça-feira, 17, durante reunião com os municípios para esclarecimentos sobre a distribuição e aplicação de novas remessas de imunizantes, a Vigilância em Saúde da SRS Alfenas questionou os municípios sobre atrasos para aplicação de segunda dose.

“Pelo que pudemos apurar junto aos nossos municípios, há pouco mais de 300 pessoas que deveriam ter tomado a segunda dose de vacina contra a covid-19 e ainda não compareceram. Mas, pelo que eles puderam verificar, grande parte desses atrasos deve-se a pessoas que foram contaminadas no intervalo entre as doses e precisam aguardar 30 dias após a confirmação do caso de covid-19 para receberem a segunda dose do imunizante. Há também pessoas que não se atentam para a data, casos de óbitos e ainda o medo de reações adversas. Mas, pensando nisso, vemos que os municípios estão buscando estratégias de conscientização e busca ativa. Alguns estão organizando “Dia D” de repescagem da vacinação, com horário diferenciado, para facilitar o acesso para a população. Além de ações da Vigilância em Saúde e da Atenção Primária, que estão sempre trabalhando em conjunto”, esclarece a coordenadora de Vigilância em Saúde da SRS Alfenas, Silnes Helena Diogo Marçal.

De acordo com o painel Vacinômetro, disponível no site da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), até esta terça-feira, 17, a SRS Alfenas recebeu 405.526 doses de imunizantes contra a covid-19 e distribuiu aos 24 municípios sob sua jurisdição. Dessas, 249.582 foram aplicadas como primeira dose, 97.119 como segunda dose e 10.866 como dose única.

Eliane Junqueira, profissional de educação do município de Alfenas, aguarda ansiosa a data para completar sua imunização.

“Tomei a primeira dose no início de junho, tive febre e dores no corpo como reação, mas nada muito diferente do que já havia sentido em outras vacinas. Passei tranquilamente por esses sintomas, com o sentimento de gratidão por receber a vacina sem ter sido contaminada porque ali eu sabia que qualquer mal-estar iria passar em questão de horas. Ao contrário do vírus que deixa as pessoas inseguras sobre o desenrolar da doença. A data da segunda dose está marcada na minha agenda, sei da importância dela”, comentou.