Destaques Saúde

Santa Casa de Passos melhora no ranking dos melhores

5 de março de 2021

Foto: Helder Almeida

PASSOS – A Santa Casa de Misericórdia de Passos subiu no ranking dos melhores hospitais do Brasil e do mundo: no ano passado era a 12ª entre os melhores hospitais brasileiros e agora está em 11ª lugar. O ranking “The World’s Best Hospitals Project” (Os Melhores Hospitais do Mundo 2021) foi divulgado na edição de ontem da Newsweek –uma revista de notícias semanal estadunidense, publicada na cidade de Nova Iorque e distribuída para os Estados Unidos e também internacionalmente.


Você também pode gostar de: Trabalhadores da Saúde foram vacinados, diz Priscila Faria

Este é o terceiro ano que a Newsweek faz parceria com a Statista Inc, uma respeitada empresa global de pesquisa de dados, para revelar os melhores hospitais do mundo.

Como os eventos de 2020 deixaram claro, nossas vidas e as de nossos entes queridos podem depender do tipo de assistência médica a que temos acesso. Os 2.000 hospitais mencionados nesta lista – que cobre 25 países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Canadá e Brasil – se destacam por sua excelência consistente, incluindo médicos renomados, cuidados de enfermagem de primeira linha e tecnologia de ponta”, explica a editora-chefe global da publicação, Nancy Cooper.

É claro que esperamos que você e nós não precisemos procurar atendimento ou visitar um amigo ou parente em qualquer hospital este ano. Mas se você fizer isso, esta classificação dos Melhores Hospitais do Mundo em 2021 pode ajudá-lo a se sentir confiante ao fazer uma escolha crítica sobre cuidados médicos”, continua.

A iniciativa é do Quadro Global de Especialistas Médicos, um conselho global de especialistas médicos, fundado pela Statista Inc. para apoiar o projeto dos melhores hospitais do mundo. O conselho é um órgão independente encarregado do desenvolvimento contínuo da qualidade e do escopo do projeto.

A classificação de Melhor Hospital do Mundo lista os melhores hospitais em 25 países: EUA, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, França, Itália, Reino Unido, Espanha, Brasil, Canadá, Índia, Austrália, México, Holanda, Polônia, Áustria, Tailândia, Suíça, Suécia, Bélgica, Finlândia, Noruega, Dinamarca, Israel e Cingapura. Os países foram selecionados principalmente com base no padrão de vida / expectativa de vida, tamanho da população, número de hospitais e disponibilidade de dados.

As listas são baseadas em três fontes de dados: recomendações de especialistas médicos (médicos, gerentes de hospitais, profissionais de saúde); resultados de pesquisas com pacientes; KPIs médicos em hospitais. O número de hospitais premiados em cada país varia de acordo com o número de hospitais e a disponibilidade de dados no respectivo país. Os EUA tiveram o maior número de hospitais premiados, com 350, enquanto Israel e Cingapura foram representados com 10 hospitais cada. No total, 2.000 hospitais foram classificados nesta terceira edição do ranking.

Foto: Divulgação