Destaques Geral Saúde

Santa Casa de Paraíso anuncia investimentos

12 de julho de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S. S. DO PARAÍSO – A Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso, anunciou nesta segunda-feira, 12, a realização de investimentos na modernização de sua estrutura física, em equipamentos e na contratação de profissionais. O objetivo de extensão segue o plano diretor elaborado em janeiro do ano passado.

Segundo informa o provedor do hospital Fernando Montans Alvarenga, desde 2019, quando assumiu o cargo, já percebeu a necessidade de melhorias.

Percebemos que precisávamos investir na estrutura física do hospital que é grande, com quase 17 mil metros quadrados de área construída, e de uso intenso. Havia necessidade de construções, reformas, melhores acessos para trazer bem estar para pacientes, para os clientes internos que são os médicos, enfermeiros, os colaboradores do hospital de maneira geral”, explicou.

Dentre os investimentos previstos, estão a construção de um heliponto, que visa agilizar no atendimento aos pacientes até as salas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a possibilidade de realização de cirurgias neurológicas na Santa Casa a partir de agosto. O plano diretor também contempla a reforma de todas as suítes e da hotelaria para atendimento da saúde complementar (planos de saúde), e construção de UTI para atendimento de pacientes de convênios. Além disso, deve ser construída uma nova lavanderia e a central de lavagem de material e esterilização de equipamentos utilizados.

Para o próximo ano, na fachada do hospital será construído o centro administrativo e o aumento da área de recepção.

Consequentemente serão desocupadas áreas novas do hospital, hoje ocupadas com parte administrativa. Onde funcionou a Escola de Enfermagem José Maria Alkimin será reformado e voltará a ser sala de aula para os residentes. Estamos em busca de recursos, mas em torno de 70% já estão em caixa para estas ações, é questão de tempo”, esclareceu o provedor.

Alvarenga chama a atenção sobre a importância do envolvimento de toda a comunidade paraisense.

É um desafio, temos que ter cautela e fazer paulatinamente. O projeto final é sair dos atuais 220 para 360 leitos, precisamos estar juntos e entender a necessidade de doarmos um pouco, às vezes financeiramente, com o trabalho pessoal de cada um, às vezes com um conselho. Estamos abertos para a construção desse modelo novo de hospital em nossa região”.

A Santa Casa já recebeu doações do Sicoob Nossocrédito, Associação Comercial e Industrial (ACISSP), verbas parlamentares e donativos de pessoas físicas, que viabilizam as reformas e mudanças no hospital.