Destaques Saúde

Região tem 76% dos leitos de UTI para covid-19 disponíveis

5 de agosto de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – As Santas Casas de Misericórdia de Passos, São Sebastião do Paraíso e Piumhi, além do Instituto São Vicente de Paulo, em Cássia, são as únicas instituições preparadas para receber pacientes infectados pelo coronavírus na região. Nesses locais, a ocupação nas enfermarias é de 14,85%. Já em relação às Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), somente dois municípios possuem leitos aptos a atender pessoas contaminadas pela covid-19, sendo 52 em Passos e 20 em São Sebastião do Paraíso. Desse total, 23,61% das vagas já estão ocupadas.

A realidade no estado, entretanto, é diferente. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), há quase 80% de ocupação das vagas disponíveis para internações clínicas em enfermarias habilitadas para a covid-19, enquanto nas UTIs o índice ultrapassou os 90%.
Diante desses números, o Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU) a Portaria 1717/2020, que disponibiliza R$ 16,9 milhões para o combate ao coronavírus – os recursos estão sendo investidos para a criação de mais 118 vagas de UTIs no estado. Cada leito foi orçado em R$ 96 mil, considerando que a determinação também permite que a verba seja utilizada para o custeio da diária mensal para o tratamento da covid-19.

Além disso, com o intuito de reforçar as ações de combate à doença, o governo estadual realizou uma revisão no programa Minas Consciente, que estabelece regras para a retomada das atividades econômicas. Com a reorganização, o plano passou a ter três ondas, semelhantes aos sinais semafóricos utilizados no trânsito. A vermelha representa os serviços essenciais, enquanto a amarela se refere aos trabalhos não essenciais e a verde, por sua vez, permite o funcionamento das práticas não essenciais e com alto risco de contágio pelo vírus.

Em todo o estado, já existem cerca de 3 mil leitos de UTIs, sendo que mais de 130 mil pessoas testaram positivo para a doença. Na região Sudoeste, os municípios já ultrapassaram a marca dos 1.300 casos confirmados e 39 pacientes faleceram em razão da covid-19.