Destaques Saúde

Prefeitura planeja ambulatório covid no Otto

Por Adriana Dias / Da Redação

15 de janeiro de 2021

Para o presidente da Fundação, Piassi Giovani, mesmo tendo acontecido a reunião, o impasse continua. / Foto: Helder Almeida

PASSOS – Menos de uma semana após o secretário Municipal de Saúde interino e vice-prefeito, Arlindo Nascimento, orientar os suspeitos de contágio da covid-19 a se encaminharem aos Postos de Saúde da Família (PSF’s) nos bairros, ele voltou atrás, em respeito aos usuários do serviço, e está em busca de criar um espaço específico, o Ambulatório para Covid, onde funcionou até 31 de dezembro de 2020 o Hospital de Campanha de Passos. A diretoria da Fundação Beneficente São João da Escócia teve reunião na quarta-feira, 13, e aguarda um posicionamento da administração municipal para esta sexta-feira, 15.


Você também pode gostar de:

Há seringas suficientes para começar vacinação, informa FNP

De acordo com Nascimento, a Santa Casa de Misericórdia de Passos é capaz de atender, pois tem leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de enfermaria para covid-19, nos mesmos moldes da primeira onda da pandemia. Porém, todas as pessoas devem se conscientizar para a gravidade do problema e, ele disse ainda, que é necessário um espaço imediato para atender pessoas com sintomas leves.

Foi editado um decreto nesta quinta-feira, 14, mais restritivo, para evitar que esse vírus se propague ainda mais. Vai chegar um momento em que mesmo que tivermos 100 leitos de UTI, não vamos conseguir atender à demanda, portanto, vamos fazer um ambulatório para atender o pessoal com quadro de gripe, que estavam indo aos PSF’s e Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Isso não é bom, alguém pode estar contaminado e sair por aí propagando a doença, uma vez que várias pessoas de grupos de risco frequentam esses locais. E, se as pessoas que estão com sintomas vão se dirigir para o Ambulatório, que será onde já funcionou o Hospital Otto Krakauer e será um local de testagem, se der positivo o médico vai dar o encaminhamento necessário”, disse o secretário.

Questionado sobre a visita realizada pela administração municipal ao antigo Otto Krakauer, Arlindo Nascimento confirmou que estiveram no local com a presença também de vereadores.

Provavelmente o contrato será assinado entre a Procuradoria e a Fundação Beneficente São João da Escócia nesta sexta-feira, 15, e, no máximo até o próximo final de semana, o Ambulatório já deverá estar em funcionamento. Temos recursos financeiros da ordem de R$4,5 milhões em caixa que veio específico para atendimento na pandemia e vamos usar. A prefeitura deve adquirir, nos próximos dias, 10 mil testes que poderão ser utilizados também neste ambulatório. São testes rápidos de sangue e no nariz”, salientou o secretário interino.

Para o presidente da Fundação Beneficente São João da Escócia, Piassi Giovani, mesmo tendo acontecido a reunião, o impasse continua.

Por enquanto, com a Fundação, o que existe são aquelas hipóteses que já tinham sido levantadas desde o governo passado. Mas ainda não tem nada de concreto e, para nós da FBSJE, concreto é contrato assinado. Reafirmo que só ainda não demos outra destinação contratual ao local por cautela. Vai que precisa mesmo internar gente lá, de repente. Mas, já prevenirmos a Prefeitura que só conversamos sobre projetos concretos. Aguardaremos esta reunião com a Procuradoria”, afirmou.