Destaques Saúde

Prefeitura investe R$150 mil por mês no Centro de Atendimento Covid

Por Gabriella Alux/ Redação

23 de julho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Com investimento estimado em R$150 mil por mês, o Centro de Atendimento Inicial aos Sintomáticos Respiratórios, mais conhecido como centro de atendimento Covid, de Passos, atendeu cerca de 802 pessoas e realizou 732 testes para detectar casos de infecção pelo novo coronavírus em 30 dias de funcionamento. De acordo com o diretor de Saúde Coletiva, Thiago Salum, a maior parte do investimento foi realizado com a contratação de profissionais de saúde, exames e insumos para os testes.

O diretor explica que, no primeiro momento, por ser uma atenção primária, foi feito um investimento de aproximadamente R$40 mil em recursos próprios do município. O dinheiro, segundo ele, foi investido em equipamentos do próprio município, o que evitou gastos mais elevados.

Os maiores investimentos foram usados em recursos humanos, ao contratar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, devido aos salários desses profissionais, uma vez que o Centro de Covid não é um centro de atenção secundária ou terciária e não há pacientes entubados ou internados. Também investimos em exames e insumos para detecção da covid-19. Então, o custo deve girar em torno de R$100 mil a R$150 mil por mês, juntamente com os exames que são feitos diante dessa demanda momentânea, podendo subir esse custo ou manter o valor”, afirmou Thiago.

Segundo ele, o Centro de Atendimento Covid foi montado pela Secretaria de Saúde e criado devido a uma solicitação do prefeito Diego Oliveira e de vereadores para auxiliar as unidades de Atenção Primária à Saúde e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Vivemos, em um primeiro momento, uma movimentação baixa no centro, mas tanto a população como o sistema de saúde já compreenderam que, com os primeiros sintomas, o melhor lugar para ir é o Centro de Covid. É um local especializado para esse tipo de atendimento, até mesmo porque não atendemos outras patologias. Todos passam por uma triagem, se necessário também será feito o exame para detectar se a pessoa está infectada ou não com o vírus, e passam por um médico”, declarou o diretor.

Segundo Thiago, a expectativa de atendimento no primeiro mês foi superada, pois está sendo controlado o fluxo de pacientes nos Programas de Saúde da Família (PSF) e na UPA. Ele afirma ainda que a demanda está crescendo e que o número de profissionais de saúde para atender a população e dar respaldo em qualquer tipo de síndrome gripal também estão aumentando.

Estamos muito satisfeitos com o trabalho que vem sendo realizado e nossa expectativa é manter desta forma. Peço à população que procure o centro antes mesmo de ir a um Programa de Saúde da Família ou à UPA, principalmente, que está atualmente direcionada para casos de emergência e urgência”, disse Salum.

O centro começou a funcionar no dia 22 de junho e está localizado na rua Mercúrio, 138, no bairro Jardim Satélite, onde era o antigo Programa de Saúde da Família (PSF) Coimbras II. O atendimento é feito de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3522-1473 ou pelo WhatsApp 99721-3493.