Destaques Saúde

Pratápolis chega a oito casos de infecção por coronavírus

3 de junho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PRATÁPOLIS – Quatro casos de infecção pelo novo coronavírus foram confirmados na última segunda-feira em Pratápolis. A cidade que, até o início de maio não tinha nenhum registro para covid-19, já tem oito moradores contaminados. O primeiro caso foi divulgado no dia 14 de Maio. Este número permaneceu estável até dia 25 do mesmo mês, quando houve mais um registro, segundo a Prefeitura da cidade.

Na quarta-feira, 27 de maio, outro paciente testou positivo e o número dobrou de quatro, na sexta-feira, 29, para oito na última segunda-feira 1º de junho. Na região, os municípios com maior número de casos confirmados, segundo informações divulgadas pelas prefeituras e pela Secretaria de Estado de Saúde, são Passos (23), Paraíso (11), Pratápolis (8), Carmo do Rio Claro (6), Guapé (3) e Itaú (3).

Ontem, a secretária de saúde de São João Batista do Glória, Weylane Nogueira divulgou que uma médica plantonista que atua no município testou positivo para covid. Segundo ela, a profissional mora em Passos e faz plantões no Glória e outras cidades.

De acordo a secretária de Saúde de Pratápolis, Rosilene Antônia Silva dos Santos, dos oito casos que testaram positivo, quatro são da mesma família.

Outros dois casos são de mais duas famílias distintas e, para completar os oito casos, temos mais dois casos positivos em uma quarta família da nossa cidade”, disse.

A secretária também afirmou que todos os pacientes estão sendo monitorados.

Nenhum paciente está internado. Além disso, um paciente confirmado para covid-19, já saiu da quarentena, os outros estão todos em casa, isolados, até que não sejam ofereçam mais risco de contaminação”, explicou.

Rosilene disse que testes foram feitos em todos que tiveram contato com as pessoas que tiveram exames positivos para a doença. Além dos oito pacientes que testaram positivo para covid-19, outras 50 pessoas estão em quarentena e são monitoradas pela equipe de combate à pandemia.

Esses pacientes em monitoramento são pessoas que apresentaram sintomas gripais e viajantes. Colocamos todos em isolamento, pois sabemos que todos os casos confirmados na nossa cidade foram importados por meio de residentes de Pratápolis que trabalham fora em cidades como Sertãozinho, Ribeirão Preto e Santos, todas no Estado de São Paulo”, afirmou.

Outros dois pacientes positivados vão sair da quarentena ainda essa semana.

Na quinta-feira, 04, mais pacientes vão sair do isolamento, porém os familiares desse pessoal ainda serão monitorados. Testou positivo, a gente pede o isolamento da família inteira”, explicou Rosilene.

A secretária explicou também que o monitoramento é realizado todos os dias para saber se a gripe que pode estar em um estágio “tranquilo” está se agravando.

Pode acontecer de uma hora para outra, então apareceu com sintoma de gripe em nossos PSFs ficamos atentos para dar o suporte necessário. Temos mais de dois mil idosos em nossos cadastros de influenza, pessoas com mais de 60 anos, temos que cuidar para que esse pessoal não se contamine, sabemos que existem vários outros grupos de risco, por isso pedimos que as pessoas só saiam de casa se, realmente, for necessário”, contou.

Prefeita diz que pode ‘fechar’ tudo de novo

PRATÁPOLIS –A prefeita de Pratápolis, Denise Alves de Souza, afirmou que se os números começarem a aumentar, demais medidas serão tomadas.

Temos cerca de 8.600 habitantes em nosso município. Temos quatro famílias infectadas. Estamos de olho e acreditamos que está tudo controlado. Se acharmos que é preciso fechar tudo novamente, nós vamos fechar”, disse Denise. A prefeita falou ainda que o município, no momento, tem seguido o que a Secretaria Estadual de Saúde, (SES) tem pedido. “Bares estão fechados, igrejas não estão realizando nenhum tipo de reunião, clubes também estão fechados. Os serviços essenciais, supermercados, farmácias e lojas estão atendendo a população com restrições. Estamos fazendo nosso melhor”, ressaltou Denise Souza.

Fiscalizações também tem sido realizadas todos os dias.

Estamos monitorando horários de funcionamento do comércio, orientando sobre o uso de álcool em gel e máscaras e pedindo que o distanciamento de, pelo menos dois metros, seja obedecido e até mesmo orientando sobre a importância da troca das máscaras a cada duas horas. Pedimos que as pessoas tenham consciência e só saiam em caso de extrema necessidade”, contou a prefeita.

Denise finalizou dizendo que quanto mais testes forem feitos mais positivados vão aparecer.

No início, estávamos sem testes rápidos, agora temos 100 testes na cidade e ainda aguardamos a chegada de outros 200 que adquirirmos. Agora, com os testes rápidos, vamos ver os números reais do vírus, não só aqui em Pratápolis mas em todas as cidades da região que, de fato, testarem os munícipes com sintomas gripais”, explicou e finalizou explicando que policiamentos tem sido realizados para ajudar na luta contra a transmissão do vírus e pediu que toda população fique em casa. “Não podemos deixar que as pessoas fiquem sem trabalhar, mas se a pessoa pode ficar em casa é bom que fique, é pelo nosso próprio bem”.