Destaques Saúde

Piumhi tem queda de 58% em novos casos de covid-19 em duas semanas

26 de fevereiro de 2021

O alerta da Secretaria de Saúde é que o reflexo do carnaval ainda não apareceu nos dados. / Foto: Secretaria de Saúde de Piumhi

PIUMHI – Dados divulgados nesta quarta-feira, 24, pela Secretaria Municipal de Saúde de Piumhi, mostram redução de 58% em casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus nos últimos 14 dias. Para a secretária de Saúde, Rosângela Guerra, o reflexo do Carnaval ainda não apareceu nos dados, e só deve ser percebido a partir do próximo sábado, 27. Com o aumento dos indicadores, a cidade, que tinha decidido se manter na onda vermelha do programa Minas Consciente, por precaução, continua na classificação mais restritiva.


Você também pode gostar de: Polícias de Minas e São Paulo prendem quadrilha por roubo

Segundo informações da Secretaria de Saúde, o pico de aumento em casos confirmados foi na 3ª semana de 2021, entre os dias 17 a 23 de janeiro, com 178 casos. Depois, houve queda significativa e no período de Carnaval, de 14 a 20 de fevereiro, foram 39 casos.

Rosângela afirma que o resultado das medidas de prevenção tomadas para o período só será percebido na próxima reunião com a Regional de Saúde, que acontece às quintas-feiras, no dia 4 de março.

Nós, em Piumhi, mantivemos as barreiras sanitárias e ônibus de turismo não deixamos entrar. Os hotéis têm que fazer translado, a gente fiscalizava eles antes desse pessoal chegar. Vimos se a capacidade deles estava em 50%, mantivemos os nossos fiscais o tempo todo, mesmo hoje com 14 fiscais”, disse Rosângela.

Segundo a secretária, os últimos indicadores que classificam a cidade na onda vermelha, amarela ou verde mostraram que Piumhi teve um aumento nos números, regredindo de onda. Anteriormente, mesmo já classificada na onda amarela, a cidade de Piumhi decidiu se manter na onda vermelha por cautela.

Agora, com o aumento dos indicadores, Piumhi definitivamente retorna à fase mais restritiva. Segundo a Secretaria de Saúde, um dos indicadores, a média móvel de óbitos confirmados, por exemplo, registrou 38%, sendo que o esperado era 20%.