Destaques Saúde

Pessoas acima de 90 anos de idade começam a ser vacinadas

11 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – A Secretaria Municipal de Saúde de Passos anunciou ontem que, a partir desta sexta-feira, 12, terá início a vacinação contra covid-19 para idosos com 90 anos ou mais. De acordo com a administração, para resguardar a saúde e diminuir o risco de transmissão do coronavírus, os idosos, nesta faixa etária, receberão a imunização em casa.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Idosos respondem por 81% das mortes
  • Governo de Minas prevê vacinar 73% dos profissionais de Saúde no Estado

Ainda segundo a prefeitura, as famílias dos idosos deverão procurar a unidade do Programa Saúde da Família (PSF) de origem para confirmar o cadastro. Já os idosos residentes na zona rural do município devem procurar o PSF do Jardim Canadá, localizado na Rua João Teixeira Mendes, para se vacinarem.

Ontem, a Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos) recebeu da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) a terceira remessa de vacinas para imunização contra a covid-19. O imunizante é a Coronavac em frascos com dez doses, num total de 7,4 mil doses.

Conforme orientação da SES-MG, em cumprimento ao plano nacional de vacinação contra a covid-19, serão imunizados nesta etapa os idosos com 90 anos ou mais. Os profissionais de saúde também serão vacinados até atingir 73% de cobertura.

Nesta quinta-feira, a SRS-Passos vai distribuir aos municípios a segunda dose referente à remessa anterior da Coronavac 1 dose (frascos com uma dose) e Coronavac 10 doses e a primeira dose da atual (terceira) remessa da Coronavac 10 doses. Ao todo, serão distribuídas, nesta quinta-feira, 7.206 aos municípios.

O recebimento e distribuição das vacinas estão sendo feitos mediante o apoio da Polícia Militar, por meio do 12º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, sediado em Passos. As vacinas foram entregues à superintendente regional de Passos, Kátia Rita Gonçalves, no Aeroporto Municipal José Figueiredo, com o transporte feito por aeronave da PM de Minas Gerais.

Idosos respondem por 81% das mortes

Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Os idosos são os mais vulneráveis para as internações hospitalares em decorrência da covid-19. Segundo dados epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), pessoas acima de 60 anos respondem por 81% das mortes pela doença no estado.

Com o envio de nova remessa de doses aos municípios mineiros, a partir do último dia 9, Minas Gerais deu início à imunização de 107.931 mil idosos com mais de 90 anos e de 42.353 trabalhadores de saúde. A priorização de grupos populacionais para a vacinação é necessária devido à indisponibilidade imediata de vacinas para todos os grupos mais vulneráveis às complicações e, por isso, estão sendo priorizados os públicos de maior risco para agravamento pela covid-19.

A vacina protege os idosos para que eles não desenvolvam uma forma grave da covid-19, o que desafoga o sistema de saúde, principalmente em relação às ocupações dos leitos de UTI”, explica a subsecretária de Vigilância em Saúde, Janaína Passos. Indivíduos com mais de 90 anos têm risco 18,3 vezes maior de vir a óbito que o restante da população, e um risco de 8,5 vezes maior de serem hospitalizados.


Foto: Divulgação

Governo de Minas prevê vacinar 73% dos profissionais de Saúde no Estado

BELO HORIZONTE – Para a definição dos trabalhadores de saúde imunizados, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) tem adotado as orientações do Ministério da Saúde, conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19. São considerados como parte deste grupo prioritário todos aqueles profissionais que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, como hospitais, clínicas, ambulatórios e laboratórios.

Conforme publicado pela Deliberação CIB-SUS/MG nº 3.319, fazem parte deste grupo médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares. Também serão vacinados os trabalhadores de apoio, como por exemplo os recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, entre outros que trabalham em unidades e serviços de saúde.

Incluem-se, ainda, no grupo de trabalhadores de saúde os profissionais que atuam em cuidados domiciliares, como os cuidadores de idosos, doulas e parteiras, assim como os funcionários do sistema funerário que trabalham diretamente com pessoas que vieram a óbito em decorrência da doença. A vacina também será disponibilizada para acadêmicos e estudantes da área técnica em saúde em estágio nas unidades hospitalares, atenção básica, clínicas e laboratórios.

É importante ressaltar que, com as vacinas recebidas pela SES-MG, serão imunizados, até o momento, 73% dos trabalhadores da saúde, priorizando-se aqueles que atuam na linha de frente no atendimento de casos de covid-19. A ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme a disponibilidade dos imunizantes.


Você também pode gostar de: PC prende 7 e desarticula organização criminosa