Destaques Saúde

Passos pode voltar para Onda Vermelha

Por Ézio Santos/ Especial

19 de dezembro de 2020

Foto: Arquivo FM

PASSOS – O aumento nas notificações de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, em Passos, tem preocupado a administração municipal. A cidade registrou, até ontem, 1.685 casos e 29 mortes. Caso não ocorra diminuição no número de infectados e de óbitos em decorrência da doença, a prefeitura pode tomar medidas mais severas, na próxima semana, como a volta à Onda Vermelha a mais restritiva do programa Minas Consciente. A mudança, caso adotada, deve impactar o funcionamento de estabelecimentos comerciais e de outros setores da economia, como o turismo, e as comemorações de Natal e Ano Novo.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Mensagens
  • Paraíso regride para Onda Amarela do Minas Consciente

O diretor Municipal de Saúde Coletiva, Thiago Salum, afirmou, ontem, que a Brigada de Enfrentamento à Covid-19, órgão criada em março deste ano pelo prefeito Renatinho Ourives e seus assessores diretos, tem encotrado dificuldades junto à população para combater a disseminação do vírus.

Generalizando, a verdade é que o povo não está colaborando de forma alguma para não se contaminar. Nos finais de tarde e início de noite, temos observado muitos e muitos grupos de pessoas aglomeradas, e sem usar a proteção facial, uma das principais recomendações para não se contrair a doença”, declarou.

Salum lamenta que a população ainda não está consciente do perigo em relação à covid.

Não vejo colaboração nenhuma. É comum a gente ver famílias inteiras, inclusive crianças, nas ruas, praças e comércio em geral, sem usar máscara. Isso acontece na área central e principais vias públicas nos bairros. Todos amontoados e sem respeitar o distanciamento social. A falta de apoio por parte da comunidade pode acarretar medidas drásticas por parte do prefeito antes mesmo de acabar 2020. É quase impossível controlar a desobediência sanitária popular”, salientou.

Estabelecimentos comerciais localizados no centro ou bairros, são os que geram mais problemas.

Olha, bares, lanchonetes, pontos de vendas de espetinhos de carnes, casas de festas e outros, são os mais comuns para gerar aglomerações, principalmente nas mesas colocadas em calçadas e sem higienização constante. O pior é que vemos pouquíssimas pessoas com máscara facial. Os donos dos estabelecimentos parecem que não estão nem aí para com o problema. Quanto mais gente desprotegida, melhor. Não estão cumprindo quase nada do protocolo determinado pelos governos federal, estadual e municipal. Até recentemente, Passos estava na onda verde, regrediu para a amarela, e pode ser decretada a da cor vermelha. Aí fecha tudo, tudo”, alertou o diretor.

Na próxima segunda-feira, dia 21, está programada uma reunião do Comitê Municipal de Covid-19 para avaliar a real e atual situação que se encontra Passos em relação à doença.

A Brigada está seguindo o último decreto municipal assinado pelo prefeito no início desta semana. Agora, para a próxima, do jeito que a população está agindo, não se preocupando em seguir os protocolos sanitários, temos que esperar e sabermos quais as medidas a serem adotadas em relação ao último final de semana do ano e o primeiro de 2021”, finalizou Salum.

Mensagens

De acordo com o diretor, a Brigada já realizou desde sua criação, mais de três mil inspeções na zona urbana. Os cerca de 20 integrantes são servidores da Secretaria Municipal de Saúde e de diversos departamentos da administração. O atendimento é dia e noite, com equipes em ação de 8h as 18h, entre 20h e 24h, e através do regime de plantão que vai da zero hora até 8h.

A única forma de entrar em contato com os coordenadores brigadistas é enviando mensagens de áudio ou texto para o número 9-8871-1209 (WhatsApp). Depois de averiguadas, há o contato com a pessoa responsável pelo pedido de providência. Não há número de telefones fixo e ou móvel destinado a conversas.


Paraíso regride para Onda Amarela do Minas Consciente

S.S. PARAÍSO – Em transmissão ao vivo realizada em suas redes sociais no final da tarde de quinta-feira, 17, a Prefeitura de São Sebastião do Paraíso comunicou que vai regredir para a Onda Amarela do programa Minas Consciente. O anunciou ocorreu no mesmo dia em que a 42ª morte por covid-19 foi confirmada pelo município. No boletim epidemiológico divulgado na tarde de ontem, mais um óbito pela doença, de uma mulher de 41 anos, foi registrado na cidade. O número de casos confirmados passou de 1.477, na última quinta-feira, para 1.498, ontem. A prefeitura também divulgou que há um óbito em investigação.

Segundo a Secretaria de Saúde, a razão do retrocesso para uma fase mais restritiva foi a piora nos índices relacionados à doença, como aumento de novos casos e de mortes em Paraíso. Em dois dias, 24 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus. Na última quinta-feira o município divulgou o óbito de um homem de 81 anos, que morreu na Santa Casa há cerca de dez dias.

Na live realizada pela Prefeitura, o médico Frederico Portugal Vasconcelos comentou que há uma tendência de crescimento do número de casos de coronavírus em todo País e que em São Sebastião do Paraíso não é diferente.
Já o infectologista José Carlos Costa Júnior demonstrou preocupação em relação às festas de fim de ano.

É um momento de reencontro entre as famílias para confraternização, temos de manter todos os cuidados para não termos o aumento do número de casos e hospitalizações”, disse.

Os médicos ainda chamaram a atenção para a necessidade do cumprimento dos protocolos de distanciamento e higienização.

A doença tem aparecido de forma mais grave, por isso a nossa orientação para que não haja relaxamento, mas que se evitem as aglomerações, mantenham o distanciamento e que as pessoas tomem todos os cuidados e preocupações”, disse Vasconcelos. “A pandemia não acabou, o vírus está circulando e aguardamos para breve a chegada da vacina. Se cada um fizer sua parte, conseguiremos evitar o aumento do número de casos”, completou José Carlos.

Segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde nesta sexta-feira, já são 1.498 casos confirmados de covid-19 no município, sendo que 1.375 já se recuperaram, 43 evoluíram para óbito, 68 estão em isolamento domiciliar e são monitorados pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde e 12 permanecem internados na enfermaria ou na UTI da Santa Casa.

Além disso, 315 pessoas que apresentaram sintomas semelhantes da doença, mas que não foram submetidas ao exame de covid, estão isoladas em suas residências e são acompanhadas pela Secretaria de Saúde. Também segundo o levantamento, há 753 casos descartados após realização de exames laboratoriais, incluindo 36 óbitos. Desde março, já foram notificados 5.734 casos suspeitos em São Sebastião do Paraíso.

Em relação à ocupação da ala covid da Santa Casa, 33 casos confirmados ou suspeitos da doença estão internados no hospital, sendo 26 na enfermaria (sendo 18 munícipes) e sete na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo quatro moradores de Paraíso e três de outras cidades da microrregião. As taxas de ocupação dos leitos são de 55,31% e 35%, respectivamente.

Você também pode gostar de:

Regional de Saúde de Passos faz encontro com prefeitos

Prefeitura inaugura Parque Ecológico Zé do Tôco, em Piumhi