Destaques Saúde

Passos, Piumhi e Delfinópolis voltam para a onda vermelha

6 de março de 2021

Foto: Site EBC

PASSOS – Pelo menos três cidades da região voltam para a onda vermelha no Minas Consciente a partir deste domingo. Em Passos, decreto divulgado ontem prevê o retorno do município no período de 7 a 13 de março. Delfinópolis volta a partir de segunda-feira, 8, e Piumhi também deve retornar.


Você também pode gostar de: Preços de funerais variam de R$1,2 mil a R$25 mil na região

De acordo com o decreto nº 191, divulgado ontem pela Prefeitura de Passos, todas as atividades poderão funcionar, desde que sejam adotados os protocolos preconizados pelo Minas Consciente. Supermercados e estabelecimentos do ramo devem funcionar obedecendo limitação no número de consumidores. Lojas e estabelecimentos comerciais em geral deverão permitir apenas um cliente por atendente.

O funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e similares deve ocorrer entre 8h e 23h30 e festas e eventos comemorativos que gerem aglomerações estão proibidos. Segundo boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira pela administração municipal, Passos tem 3.701 casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo 3.549 já recuperados, 55 em recuperação, 19 pacientes hospitalizados e 78 mortes.

A secretária de Saúde de Piumhi, Rosângela Guerra, afirma que, nas últimas três semanas, houve um aumento de 13% dos casos positivos na cidade.

A velocidade da transmissão do vírus passou de 1,4% para 1,6%, sendo o ideal menos de 1%. A média de casos no estado está em alta e a incidência da macro, em ascendência. Então, é observado o porquê da macrosul passar da onda amarela para a vermelha. Com o nosso aumento, não se pode achar que foi pequeno, justamente pela quantidade e velocidade da transmissão, mesmo com as restrições. Por isso, nós iremos retornar à onda vermelha”.

De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta sexta-feira, Piumhi tem 1.604 casos confirmados de covid-19, sendo 1.280 recuperados, 280 em monitoramento domiciliar, quatro pacientes internados e 39 pessoas morreram em decorrência da doença. Delfinópolis também volta para a onda vermelha, a partir da próxima segunda-feira, 8, e deve permanecer, pelo menos, até o dia 18 deste mês. De acordo com Elisa Campos Pinto, gestora de saúde, o motivo é aumento no número de óbitos na região.

Apesar de termos ficado na onda amarela por um tempo, voltamos à vermelha com o intuito de diminuir a contaminação e, consequentemente, o número de óbitos. Se a cidade vai voltar com medidas brandas a partir do dia 18, apenas depende do comportamento de cada pessoa, porque todos os resultados do que vem acontecendo é devido a falta de respeito com os protocolos. As aglomerações continuam acontecendo entre famílias, amigos, em bares e até mesmo em lugares não considerados urbanos, o que torna difícil a fiscalização”, declarou. Segundo o boletim municipal desta sexta-feira, Delfinópolis tem 139 casos da doença, sendo 133 já recuperados, cindo ativos e um óbito.


Fórum

De acordo com a Portaria da Direção do Foro nº12/2021 divulgada ontem em Passos, 5, fica suspenso o expediente presencial forense até a determinação em contrário do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. A decisão foi assinada por Mateus Queiroz de Oliveira, Juiz de Direito Diretor do Foro, ao considerar o agravamento da situação epidemiológica no município de Passos nesta última semana.