Destaques Saúde

Passos investiga 2 mortes por covid-19

1 de abril de 2020

PASSOS – Após a confirmação do primeiro caso de infecção pela covid-19, a Santa Casa de Misericórdia de Passos informou que dois óbitos estão em investigação em decorrência da pandemia do novo coronavírus. As informações foram atualizadas no fechamento desta edição e, até o momento, o número de casos suspeitos em Passos é de 264. A cidade tem um caso que foi confirmado na Santa Casa, de um paciente oriundo de Capitólio. Na região, segundo informações publicadas por prefeituras em contas oficiais no Facebook, já são pelo menos 646 casos suspeitos.
As mortes que foram registradas no município são notificações compulsórias de falecimento por suspeita de infecção causada pela covid-19 e estão em processo de investigação. Uma vítima veio a óbito antes do resultado dos exames e a outra, que apresentava os sintomas de contágio há três dias, aconteceu durante um atendimento em casa; realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu. Os exames foram colhidos para averiguar a suspeita da doença.
Na Santa Casa, são 77 casos suspeitos, totalizando 65 residentes em Passos e 12 de moradores de outras cidades da região. Desses, quatro estão internados, sendo duas crianças e dois adultos, contando com o caso que foi confirmado como positivo, de um paciente de 61 anos, que mora em Capitólio e que está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os outros se encontram em leitos de enfermaria.
O diretor técnico do hospital, José Ronaldo Alves, afirma que a população não deve entrar em pânico, uma vez que os profissionais do hospital estão preparados para atuarem à frente deste cenário. O médico ainda pede para que todos sigam as medidas necessárias para conter a disseminação do coronavírus. “As recomendações passadas pelos órgãos de saúde são embasadas nas suspeitas, pois sabemos que o vírus está circulando em nosso meio. Como não temos condições de fazer teste em todos pacientes até o momento, precisamos adotar todas as possíveis medidas de prevenção”, informou.
Os critérios para a realização dos exames, conforme foi orientado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), é avaliar a probabilidade de ser um paciente infectado e a disponibilidade de materiais clínicos específicos para a realização dos procedimentos. Os exames colhidos em Passos são enviados a um laboratório localizado em Belo Horizonte e os resultados chegam entre 10 e 14 dias. Os kits e equipamentos para a realização de testes rápidos ainda estão em discussão.