Destaques Saúde

Paraíso tem recorde de novos casos e mortes por covid-19

Por Ralph Diniz / Especial

2 de outubro de 2020

Foto: Divulgação

S. S. PARAÍSO – Setembro terminou como o mês em que ocorreu o maior número de mortes por coronavírus em São Sebastião do Paraíso. Mais de 300 novos casos da doença foram registrados no período. De março até o fim de agosto, sete pessoas haviam morrido por complicações da covid-19. No entanto, somente no último mês, outros sete pacientes que estavam internados na Santa Casa acabaram falecendo.

O que você também vai ler neste artigo?

  • Casos sobem em Passos no mês de setembro
  • PASSOS ENTRA NA ONDA VERDE

Outro dado que demonstra a evolução da doença em São Sebastião do Paraíso é o número de novos casos. De acordo com os boletins divulgados pela Secretaria de Saúde, 319 pessoas foram contaminadas pela covid-19 entre os dias 1º e 30 de setembro. O mês começou com 346 casos e terminou com 665. Ainda conforme as informações da Prefeitura, o número de pacientes com suspeita da doença subiu de 1.965 para 2.916 no último mês. Já os casos descartados foram de 256 para 348, incluindo seis óbitos.

Por outro lado, o número de recuperados também apresentou uma alta considerável no município. Até o fim de agosto, 268 pessoas que contraíram o vírus haviam se recuperado plenamente. Só em setembro, 291 pacientes conseguiram se curar da doença. Além do aumento de casos no último mês, o que continua preocupando as autoridades locais é o número de internações na Santa Casa de Misericórdia. Segundo o boletim divulgado na tarde de quarta-feira, 30, 11 pessoas com covid-19 estão na enfermaria ou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Outros 20 pacientes com suspeita da doença também estão isolados e recebem tratamento no hospital. Ao todo, 24 pessoas estão internadas na ala covid do hospital paraisense e outras sete permanecem na UTI. As taxas de ocupação dos leitos são de 51% e 35%, respectivamente.

Casos sobem em Passos no mês de setembro

PASSOS – De acordo com os boletins epidemiológicos dos municípios de Passos, Piumhi e São Sebastião do Paraíso, as três cidades mais populosas da região somaram 775 casos de covid-19 durante o mês de setembro. Caso comparado com os resultados de agosto, quando foram computados 665 exames positivos para a doença, o aumento foi de 16,54%.

Em Passos, em agosto foram registrados 333 casos positivos de covid-19, e, em setembro, 391, o que representa um aumento de 17,41%. Também no mês passado, foram 418 recuperados e dois hospitalizados. Ressalta-se que é possível que total de recuperados seja maior que o registro de casos positivos para a doença, uma vez que os pacientes que adoeceram em agosto podem ter recebido diagnóstico de recuperação apenas no mês seguinte. Do total de óbitos em território passense, no último mês foram registrados oito mortes, chegando a 24 pacientes que faleceram em decorrência da doença.

Piumhi foi a única das três maiores cidades que apresentou diminuição nos casos de covid-19, passando de 155 novas confirmações em agosto para 81 no mês de setembro, o que representa uma queda de 47,74%. Ao todo, até o fim do último mês, o município apresentou 402 diagnósticos positivos e dez mortes.

Passos entra na Onda Verde

PASSOS – O prefeito de Passos, Carlos Renato Lima Reis, assinou na tarde desta quinta-feira, 1º, decreto 1.678, permitindo que o município siga para a Onda Verde do Programa Minas Consciente – Retomando a Economia do Jeito Certo. E, com isso, estão permitidos que bares, lanchonetes, restaurantes funcionem, imediatamente, até a meia-noite, inclusive com apresentações musicais. Também ficam autorizadas práticas esportivas. O último decreto relativo à covid-19 havia sido feito em 4 de setembro, e tratava da progressão das ondas.

Pelo atual decreto, o prefeito levou em consideração os dados da Deliberação 90 do Comitê Extraordinário (COE) Covid-19 e também os indicadores divulgados da Microrregião Cássia/Passos para a decisão de que os bares lanchonetes, restaurantes possam ficar abertos até a meia-noite e ter apresentações musicais com até três integrantes, e o estabelecimento deverá manter os protocolos de higiene e distanciamento social.

Também estão liberadas as práticas de atividades esportivas de lazer como lutas corporais, de esporte coletivo, de qualquer fundamento, respeitando-se as medidas de segurança para evitar a contaminação pela covid-19. O decreto foi assinado pelo prefeito, pelo secretário Municipal de Saúde, Evandro Bogo, pelo secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Frank Lemos Freire e pelo procurador Geral do Municipal, Fernando Andrade Abreu.