Destaques Saúde

Paraíso tem novos casos e mortes suspeitas de covid-19

Por Ralph Diniz / Especial

30 de junho de 2020

Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – Os números do novo coronavírus em São Sebastião do Paraíso não param de subir. De acordo com o boletim informativo divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira, o município soma 46 casos confirmados. Além disso, duas novas mortes suspeitas estão sendo investigadas pela Secretaria de Saúde.

De acordo com os dados publicados nas redes sociais do Executivo na tarde desta segunda, 29, Paraíso agora tem 613 casos suspeitos notificados, sendo que 117 pessoas com sintomas semelhantes aos da doença estão em isolamento domiciliar e são monitoradas pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde.

Das 46 pessoas que contraíram a covid-19 no município até agora, 24 já se recuperaram, 15 estão em isolamento domiciliar, seis permanecem internadas na Santa Casa de Misericórdia da cidade e uma morreu no mês de abril. Não há informações sobre o quadro clínico dos pacientes hospitalizados.

Na Santa Casa, caiu para 11 o número de pacientes internados na ala covid do hospital paraisense, sendo que sete estão isolados na enfermaria e quatro na Unidade de Terapia Intensiva – UTI. Destes, apenas um não é morador da cidade.

Por fim, os últimos dados da Secretaria de Saúde informaram que duas novas mortes no município são consideradas suspeitas de terem sido causadas pelo novo coronavírus. Amostras de materiais dos corpos das possíveis vítimas da doença foram recolhidos e encaminhados para exame laboratorial em Belo Horizonte. Os resultados serão divulgados nos próximos dias.

Devido ao aumento no número de casos confirmados neste mês (foram 32 até agora), a prefeitura de Paraíso, em parceira com as polícias Militar e Civil, além da Guarda Municipal, aumentou a fiscalização pela cidade para evitar que mais pessoas contraiam a doença. Desde a última semana, equipes formadas por servidores municipais e policiais intensificaram os trabalhos a fim de evitar aglomerações nas ruas e na porta de estabelecimentos comerciais.

Foto: Arquivo FM