Destaques Saúde

Paraíso registra 17 novos casos de covid em 6 dias

27 de junho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S.S. PARAÍSO – Mais seis pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus em São Sebastião do Paraíso, segundo boletim da Secretaria de Saúde divulgado na tarde de sexta-feira, 26. Agora, o município já soma 43 casos da doença. Além disso, outro fato preocupante é o aumento na taxa de ocupação da UTI da Santa Casa, que subiu para 35 por cento.

De acordo com as novas informações da prefeitura, São Sebastião do Paraíso atingiu a marca de 32 casos confirmados de covid-19 somente no mês de junho, sendo que 17e deles foram diagnosticados apenas nesta semana. Dos 37 casos, 22 pacientes que contraíram a doença já se recuperaram, 14 estão em isolamento domiciliar e são monitorados pela Secretaria de Saúde e seis estão internados na Santa Casa. Uma mulher de 72 anos morreu em abril.

Ainda conforme os números, o município tem 593 casos suspeitos notificados, sendo que 122 pessoas estão em isolamento domiciliar com sintomas suspeitos da doença. Até quarta-feira, 24, eram 80. Após realização de exames laboratoriais, outros 76 casos foram descartados, incluindo quatro óbitos.

Além do aumento significativo de novos casos, outro fato que tem preocupado as autoridades locais é taxa de ocupação dos leitos da Santa Casa de Misericórdia de Paraíso, principalmente da Unidade de Terapia Intensiva que, até a última quinta-feira estava com sete pacientes internados, ou seja, 35% da capacidade total – a maior desde o início da pandemia. Outras sete pessoas com sintomas relacionados ao novo coronavírus estavam isoladas na enfermaria da ala covid do hospital, que agora tem cerca de 15% dos leitos ocupados.

Preocupado com a propagação do covid-19 na cidade, o prefeito Walker Américo Oliveira anunciou uma série de medidas mais austeras no combate à doença. Através de uma transmissão ao vivo pelas redes sociais da prefeitura, Walkinho disse que, a partir de agora, a fiscalização contará com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal. Além disso, ele não descartou a possibilidade adotar o regime de lockdown.

A partir de agora teremos ações todos os dias, e ações mais pesadas. O cidadão será multado e nós temos respaldo legal para que isso aconteça. Precisamos que vocês, cidadãos nos ajudem a ajudar vocês. Estamos alinhados com a Polícia Militar, Polícia Civil, Guardas Municipais, Ministério Público e Judiciário, para que possamos evitar que nossa cidade haja a contaminação de formar aglomeradas. Pedimos a colaboração de cada cidadão para que possamos passar essa fase e, àqueles que infelizmente foram contaminadas, que respeitem as determinações da Vigilância em Saúde”, concluiu o prefeito.