Destaques Saúde

Paraíso quer investir R$130 mil em posto para coleta de sangue

11 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S.S. DO PARAÍSO – Na manhã desta quarta-feira, 10, representantes da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso se reuniram, remotamente, com a equipe técnica da Fundação Hemominas para a implantação de um posto de coleta avançado do órgão no município. A Prefeitura se dispôs a fazer um investimento inicial de R$ 130 mil para a aquisição de equipamentos e mobiliário, além do custo mensal de R$ 30 mil para a manutenção do posto de coleta. A proposta é de que haja a coleta de sangue de 70 a 110 pessoas a cada 15 dias.

Conforme destacou o vice-prefeito Daniel Tales, a implantação de um posto avançado de coleta de sangue no Município é de extrema importância para a cidade, tendo em vista a demanda de doadores que existe e o interesse da Administração Municipal em viabilizar a implantação do projeto o mais rápido possível. O prefeito Marcelo Morais ressaltou que, segundo levantamentos feitos pela Prefeitura, foi identificada uma demanda de 500 doadores assim que foi anunciado o projeto.

A presidente da Fundação Hemominas, Júnia Guimarães Mourão Cioffi, comentou a importância que é a união de esforços para que possa haver a viabilidade da implantação do projeto. O próximo passo será o estudo das áreas onde poderá ocorrer a implantação do Posto Avançado de Coleta de Sangue para que o Hemominas avalie a capacidade técnica dos locais e atenda o objetivo do projeto.

O prefeito ressaltou que, os investimentos necessários, independente do que o deputado estadual Antônio Carlos Arantes conseguir, a Prefeitura buscará para que o projeto seja concretizado o quanto antes.

Nós queremos deixar as portas abertas para o Hemominas. Esta é uma demanda antiga que a população nos pede desde que entramos para a política. O que necessitar de investimento, a Prefeitura correrá atrás”, destacou.

Por fim, o prefeito Marcelo Morais pediu para que a referência técnica do Hemominas em Paraíso fosse um trabalho em conjunto entre o responsável pela agência transfusional da Santa Casa de Paraíso, o médico Lucas Machado Paraízo, e o vice-prefeito e médico, Daniel Tales, a fim de que pudesse haver um trabalho de interação entre Prefeitura, hospital e Hemominas.

Agora, o órgão deve avaliar a capacidade técnica das áreas indicadas pelo município e enviar uma minuta com os critérios que são necessários para que se estabeleça o convênio entre as partes para a implantação do Posto Avançado de Coleta de Sangue.