Destaques Saúde

Paraíso investiga 1ª morte por suspeita de coronavírus

11 de abril de 2020

Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – A morte de um homem de 53 anos na noite de quarta-feira, 8, pode ter sido a primeira causada pelo novo coronavírus em São Sebastião do Paraíso. O caso ainda é considerado suspeito pela Secretaria Municipal de Saúde, que aguarda o resultado do exame laboratorial da vítima e a expectativa é que fique pronto em duas semanas.

De acordo com o secretário de Saúde, Wandilson Bícego, o homem deu entrada na Santa Casa de misericórdia no início da noite de quarta-feira apresentando os sintomas do novo coronavírus. Ele chegou a ser atendido, mas morreu em seguida. “A vítima residia sozinha. Ela não teve contato com nenhuma pessoa com caso suspeito de coronavírus, apenas com os irmãos, e foi conduzido ao hospital pelo Samu, com um quadro de insuficiência respiratória, que é um sintoma suspeito e, seguindo o protocolo, tem que ser considerar como tal”, explicou.

Logo após o registro do óbito, a Secretaria de Saúde foi chamada pela direção do hospital para discutir o caso. O caixão da vítima foi lacrado e o corpo foi levado para o cemitério municipal, onde foi sepultado na manhã de ontem, 10, de acordo com o protocolo de mortes suspeitas, sem a presença de familiares. O homem morava no bairro Cidade Nova.

Em entrevista coletiva transmitida pelas redes sociais da Prefeitura, Bícego desmentiu informações divulgadas na internet sobre supostos casos confirmados e declarou que nenhum fato que envolva a ação de covid-19 no município será omitido. Ele também pediu tranquilidade aos paraisenses.

Segundo os dados emitidos pela Prefeitura na tarde de ontem, Paraíso tem 220 casos notificados, sendo que, destes, 111 pessoas já deixaram a quarentena, 88 ainda estão sendo monitoradas pela Secretaria de Saúde e 21 testaram negativo para a doença.

Ainda há cinco casos aguardando resultado de exame laboratorial. Ainda conforme o boletim, não há nenhum paciente internado na Santa Casa com suspeita de coronavírus. “Conforme destacou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Daniela Cortez, havia outro paciente entubado. Seguimos todo o protocolo, mas no resultado oficial deu negativo e foi descartado”, concluiu o secretário.

Segundo boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), na região são 1.005 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus e dois confirmados, um em Capitólio e outro em Piumhi. Em Minas, são 56.807 suspeitas, 655 confirmações, 15 óbitos confirmados e 117 mortes em investigação.