Destaques Saúde

Paraíso inaugura ala para pacientes com covid

30 de março de 2021

Nova área da enfermaria Covid tem a capacidade para 45 leitos. / Foto: Bryan Felipe

S.S. DO PARAÍSO – A Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso inaugurou na tarde desta segunda-feira, 29, uma nova ala com 45 leitos que, a princípio, serão destinados ao atendimento de pacientes com covid-19 e, após a pandemia, devem ser utilizados por usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

As obras, que iniciaram em setembro de 2020 em um prédio que estava inacabado há mais de 20 anos, contou com investimentos de aproximadamente R$1,6 milhão, somente na última fase. E, o principal, é que a ala já conta com equipamentos e profissionais já a partir desta terça-feira, 30. De acordo com o provedor da Santa Casa, Fernando Montans Alvarenga, os leitos são quartos individuais, duplos e coletivos, que devem atender à microrregião de São Sebastião do Paraíso, com mais de 10 cidades circunvizinhas.

O hospital está passando por uma reformulação, iremos reformar todo o prédio e estes 45 novos leitos são o início de uma série de reformas e benfeitorias para nossa entidade. Agora começaremos a segunda etapa deste processo, iremos construir um novo necrotério e também reformaremos nosso centro cirúrgico e Unidade de Terapia Intensiva (UTI’s)”, disse Alvarenga.

O provedor fez alguns agradecimentos, dentre eles ao ex-Deputado Federal e atual presidente do Sebrae, Carlos Melles, pelo apoio e indicação de emendas para realização da obra. Para o Prefeito de Paraíso, Marcelo Morais, a inauguração da ala é de que a ideia principal seja fazer com que o cidadão seja bem atendido e desde o início do mandato ele afirma ter buscado solucionar todos os entraves, principalmente, os relacionados à área da saúde.

Em três meses conseguimos pactuar recursos para a Santa Casa de Paraíso, também como compra de medicamentos, destravamos algumas questões que estavam travadas na Santa Casa e vai ser assim enquanto estivermos na administração. Só sentimos que o planejamento feito pela gestão anterior não foi contando com esta possibilidade que estamos vivenciando hoje (pandemia), porque se tivesse colocado recursos tanto no hospital quanto no Centro Covid a realidade poderia ser melhor do que esta que apresenta. Vamos continuar fazendo o melhor pelo povo de Paraíso”, afirmou.

Ele destacou que já foram remanejados valores para que o município tenha condições de adquirir os insumos para colocar em funcionamento a nova ala do hospital. Ele destacou, também, que o objetivo do município é zerar a demanda que existe em saúde.

Esta é nossa proposta desde o início, e tudo o que está ao nosso alcance estamos fazendo e, consequentemente, direcionando os recursos para retirar tudo aquilo que estamos planejando no papel e colocando para funcionar. O momento agora é passar por essa situação difícil e garantir o atendimento ao cidadão, mas estamos vigilantes, monitorando os números de seis em seis horas para que a população não fique sem respaldo médico”, disse.

O prefeito acrescentou ainda que a Central Covid terá uma ampliação de cinco novos leitos e está preparada para receber os pacientes que forem diagnosticados positivamente com a Covid.

Estamos com capacidade de chegar a 19 leitos. Quando começamos, eram quatro, passamos para 15 durante esse período todo e não queremos que o cidadão fique sem atendimento. Pedimos que as pessoas continuem procurando a Central”, finalizou.