Destaques Saúde

Paciente com covid-19 descumpre isolamento domiciliar em Piumhi

30 de junho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PIUMHI – Na última sexta-feira, 26, a Secretaria de Saúde de Piumhi registrou um boletim de ocorrência na Polícia Militar para denunciar um homem de 39 anos, diagnosticado com covid-19, descumprindo a medida de isolamento domiciliar. Após divulgação da denúncia “fake news” começaram a ser disseminadas nas redes sociais, acusando os supostos locais em que o homem teria frequentado. Após a advertência policial, o paciente assumiu ter frequentado uma academia e que entendeu corretamente os termos de isolamento.

O homem, que se identificou como Marcos, relatou em entrevista a sua versão dos acontecimentos. Marcos afirmou ter passado uma semana na casa de sua sogra em outra cidade.

Dia 11, quinta-feira, voltei para Piumhi e na madrugada de sábado para domingo comecei a sentir uma febre leve até quarta-feira, quando fui no postinho”, disse ele.

Marcos ressaltou que apesar dos sintomas semelhantes ao covid-19, a médica da unidade afirmou que a causa seriam placas na garganta e receitou medicamentos. “No quarto dia tomando o remédio eu já não senti mais nada”, afirmou.

Doze dias após ter retornado para Piumhi, Marcos recebeu a notícia de que sua sogra, da qual ele teve contato, teria positivado para o novo coronavírus. Ao tomar conhecimento, ele decidiu entrar em contato com sua unidade de saúde para realizar o teste.

Seria interessante fazer o exame em mim, para saber se eu também tive. A médica mais uma vez falou que provavelmente eles não iriam fazer, já que o motivo de minha febre eram as placas na garganta”, disse o paciente.

Ele relatou que neste momento recebeu as orientações de isolamento, as quais não concordou.

Eu teria que fazer isolamento mesmo não sentindo maia nada, fazer isolamento sem fazer exame, eu não achei correto”, relatou.

No dia seguinte, Marcos tinha um horário marcado na academia. “A gente só tem dois horários para ir por semana na academia”, disse ele, “e eu tinha horário agendado às 11h. Eu fui na academia às 11h e à tarde fiz o exame”. No mesmo dia, Marcos afirmou ter recebido a notícia de que o exame positivou. “Desde então eu não saio mais de casa. Minha esposa também não saiu mais mesmo sem ter feito o exame, que até agora ela não fez”, defendeu-se, “em hora alguma eu quis fazer mal para alguém, muito pelo contrário, eu tive interesse em fazer o exame mesmo sem sentir nada”.

Fake News

Após a informação de que Marcos, diagnosticado com covid-19, teria frequentado uma academia na cidade, uma série de notícias falsas começaram a circular nas redes sociais. A desinformação era de que o paciente com covid-19 teria treinando nas academias dos professores Wilton César e Reginaldo Cardoso.

De acordo com Reginaldo, uma foto dele com Marcos está circulando nas redes sociais dando a entender que Reginaldo também estaria infectado, porque Marcos havia ido à academia dele. A questão é que, na verdade, o estabelecimento foi fechado em Outubro de 2019. “Isso foi lançado por pessoas maldosas, porque eu encerrei as atividades da minha academia e não dou aula para o Marcos há dois anos”, ressaltou.

Já o professor Wilton, da academia Pantera Negra, também foi prejudicado diante das falsas informações. Segundo ele, o paciente é seu aluno e esteve na academia pela última vez dia 5 de junho. “Eu não sabia nem que ele tinha voltado”, disse Wilton, além de justificar sobre o perigo de tais informações. “Porque vários alunos, pais e mães ficam preocupados, por deixar seu filho treinar”, disse ele.

Alpinópolis confirma segundo caso da doença

ALPINÓPOLIS – Na tarde desta segunda-feira, 29, foi confirmado o segundo caso de infecção pelo novo coronavírus em Alpinópolis. De acordo com informações divulgadas pela Prefeitura Municipal, trata-se de um idoso que estava internado no hospital local. O primeiro caso do município foi registrado há cerca de 45 dias, sendo um rapaz de 29 anos que já está, inclusive, recuperado. Foram realizados outros 30 testes rápidos, sendo que todos apresentaram resultado não reagente.

O paciente que testou positivo para covid-19 encontrava-se internado no Hospital Cônego Ubirajara Cabral e apresentou sintomas há cerca de nove dias. O idoso, de 84 anos, estava em isolamento —em setor preparado do hospital— e já vinha sendo acompanhado pelo Departamento Municipal de Saúde (DMS).

O resultado do exame saiu por volta das 14h desta segunda-feira e, imediatamente, foi providenciada a transferência do paciente para a Santa Casa de Misericórdia de Passos, onde ele seguirá em tratamento.

O setor de saúde municipal, em nota, comunicou que todos os cuidados com os familiares, pessoas próximas e outros indivíduos que, por ventura tiveram contato com o idoso, já foram tomados pelos profissionais responsáveis.