Saúde

OMS estuda que coronavírus pode ter origem animal

9 de fevereiro de 2021

Foto: Divulgação

Profissionais da Organização Mundial de Saúde (OMS) finalizaram uma missão em Wuhan, nesta terça-feira, 09, a qual visou identificar as possíveis origens do Sars-CoV-2. De acordo com as informações divulgadas durante uma coletiva de imprensa da instituição, todos os indícios apontam que a doença pode ter surgido por meio dos animais e saltado para a espécie humana, como já era esperado pelos investigadores.

Embora os dados apontem que o novo coronavírus possa ter surgido pelos morcegos, os estudos também mostram que é improvável que tais animais se encontrassem na capital chinesa e, assim, é necessário identificar o animal intermediário. No total, foram mais de 10 dias de trabalho de campo, sendo que os especialistas visitaram hospitais, o mercado em que o vírus pode ter infectado humanos pela primeira vez e, ainda, o Instituto de Virologia de Wuhan.