Destaques Saúde

Névoa Mental causa alterações cognitivas em quadros pós covid, diz neurocirurgião

2 de junho de 2021

O neurocirurgião Marcos Antônio de Oliveira explica que a névoa mental tem relação com uma substância liberada em quadros infecciosos chamada cinina

Se você teve Covid-19 e tem percebido que a memória anda falhando, que apresenta um cansaço excessivo, dificuldade de realizar tarefas cotidianas com concentração e até mesmo alterações na fala, você pode estar sofrendo de Névoa Mental ou Covid de longa duração. Trata-se de uma série de sintomas que estão sendo pesquisados por especialistas, cuja manifestação, após infecção por coronavírus, ainda não possui tratamento específico.

Segundo o neurocirurgião cooperado da Unimed Sudoeste de Minas, Marcos Antônio de Oliveira, trata-se de um quadro sintomático que pode ocorrer em até quatro semanas após a infecção por coronavírus e que dura de um a seis meses. Ele explica que as pesquisas apontam uma relação entre a névoa mental e uma substância liberada pelo corpo em quadros infecciosos chamada cinina.

“Esta substância altera o funcionamento das células cerebrais, atingindo especialmente as áreas responsáveis pela parte cognitiva. Até o momento, não se observou uma maior predisposição relacionada à genética, faixa etária ou sexo que possam facilitar o surgimento deste conjunto de sintomas. Geralmente, a névoa mental melhora espontaneamente em um mês. Quadros mais duradouros podem estar ligados a outras alterações neurológicas que podem ocorrer em pacientes que tiveram coronavírus, como Acidente Vascular Encefálico Isquêmico (AVCI), encefalite, que é a inflamação do encéfalo e hipoxia, que se trata da ausência de oxigênio suficiente nos tecidos para manter as funções corporais”.

Por se tratar de uma manifestação recente, ainda não existem medicamentos específicos para a névoa mental ou Covid de longa duração. De acordo com o neurocirurgião, em alguns casos o uso de anti-inflamatórios pode contribuir para a diminuição de sintomas.

“Existem outras doenças que podem causar este quadro, como a herpes, mas com manifestações muito mais raras. O que as pesquisas apontam é que a névoa mental pode ser consequência de uma inflamação que ocorre no líquido em torno do cérebro e da medula, chamado líquido cefalorraquiado”, finaliza.