Destaques Saúde

Mortes por covid-19 diminuem 42% e número de casos cai 48% em julho

Por Gabriella Alux / Redação

2 de agosto de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – O número de mortes por covid-19 na região caiu 42% em julho. Os registros de novos casos de infecção pelo coronavírus também diminuíram (48,6%) no mesmo período. Segundo boletins epidemiológicos divulgados por prefeituras dos 27 municípios que integram a Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos), foram 113 óbitos e 3.752 novos casos no mês passado.

Em junho, a região registrou 196 mortes e cerca de 7,3 mil casos. Na última semana, as cidades registraram 783 casos de infecção e 20 mortes em decorrência da covid-19. São Sebastião do Paraíso, com cinco óbitos, foi o município com maior número de mortes, seguido por Passos e Pimenta, com três cada, Itaú de Minas e Capitólio, com dois cada, e Cássia, Itamogi, Monte Santo de Minas, Jacuí e Piumhi, com um óbito em cada.

Quanto aos novos casos de infecção pelo coronavírus, Passos (205), Paraíso (124), Piumhi (97), Alpinópolis (49) e Monte Santo de Minas (42) foram os municípios com maior número de ocorrências, seguidos por Cássia (36), Itaú de Minas (32), Pimenta (30), Ibiraci (28), Capitólio (24), Itamogi (22), Delfinópolis (17), Capetinga (12), Nova Resende (10) e São Tomás de Aquino (10).

Carmo do Rio Claro e Pratápolis, com nove casos em cada, São João Batista do Glória e São José da Barra, com sete casos em cada, Fortaleza de Minas (cinco), Jacuí (quatro), São Roque de Minas (dois) e Bom Jesus da Penha e Vargem Bonita, com um caso em cada, tiveram menos de dez registros de novas infecções na última semana. Claraval, Doresópolis e Guapé não registraram casos e óbitos no período.

De acordo com boletim epidemiológico da Santa Casa de Passos divulgado na última sexta-feira, 21 dos 50 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 estavam ocupados, o que representa uma taxa de 42% na ocupação. Na Enfermaria Covid-19 do hospital, 20 dos 45 leitos disponíveis estavam com pacientes em tratamento de covid e três estavam interditados por motivo de isolamento de pacientes com suspeita da doença.