Destaques Saúde

Morais reúne Comitê Covid e alinha informações

20 de março de 2021

Paraíso aderiu parcialmente às regras determinadas, levando-se em conta os números da pandemia na cidade. / Foto: Divulgação

S. S. PARAÍSO – O prefeito de São Sebastião do Paraíso, Marcelo Morais, e o vice, Daniel Tales, estiveram reunidos com os membros do Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Covid-19 para alinhar as informações referentes às últimas medidas adotadas nesta semana pela prefeitura, por meio do Decreto 5.814, por ocasião da onda roxa imposta pelo governo de Minas a todos os municípios.

Paraíso aderiu parcialmente às regras determinadas, levando-se em conta os números da pandemia na cidade. O vice-prefeito explicou dados gráficos sobre os atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), incluindo os picos que ocorreram no final do ano (Natal e réveillon) e no feriado de Carnaval.

O prefeito informou que a decisão do município em não aderir totalmente à “onda roxa” foi tomada em conjunto com os vereadores. A Prefeitura mantém o comércio aberto e acatou a restrição de circulação (toque de recolher) das 20h às 5h.

Os números da evolução da pandemia em Paraíso estão sendo monitorados a cada seis horas e na segunda-feira (dia 22), nova análise da situação será realizada”, disse o prefeito.

O que está norteando as decisões do município são as estatísticas e os números relacionados às contaminações, internações e ocupação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que, hoje, está com maior número de internados de pessoas que são de outros municípios”, explicou Morais.

Para o diretor clínico da Santa Casa, o médico Luciano Constantini, a situação está estável. Ele ressaltou que o resultado de todo o trabalho está sendo demonstrado nos gráficos e que, se comparado aos últimos meses de 2020, agora os pacientes estão chegando ao hospital de forma “menos grave”, devido ao atendimento inicial realizado desde o mês de janeiro no Centro Covid, instalado na Vila Santa Maria, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Durante a reunião, foram discutidas as orientações que são passadas aos pacientes, inclusive quanto ao uso de medicamentos, mesmo os que ainda não têm eficácia comprovada, como é o caso da hidroxicloroquina.

Estamos em uma guerra, mas neste momento precisamos de união, principalmente espiritual e que, cada um, faça a sua parte de acordo com os protocolos determinados”, disse a diretora técnica da Santa Casa, médica Raquel Constantini.

O prefeito ressaltou que nada está sendo feito na “truculência” e de forma aleatória. Ele informou, ainda, que o município está atendendo pacientes de outras cidades e que há possibilidade de ofertar mais dez leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) ao Governo do Estado, bastando apenas aprovação da Regional de Saúde, em Passos.

Presente à reunião, o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de São Sebastião do Paraíso (Acissp), engenheiro Aílton Rocha de Sillos, parabenizou o trabalho do Comitê e da Prefeitura e indagou sobre o estoque de medicamentos.

De acordo com as explicações, este número é verificado diariamente no hospital e, no atual cenário, a situação está controlada e confortável. Novos pedidos já foram realizados aos fornecedores para que não ocorra falta de algum insumo. A diretora de Saúde do município, Adriana Rogeri Franco, também informou que foram feitos pedidos de novos colchões para o Centro Covid.

Por fim, o secretário de Segurança Pública, Trânsito, Transporte e Defesa Civil, João Paulo Alves Bueno, informou as ações que estão sendo feitas pela Guarda Municipal, em parceria com a Polícia Militar, na orientação dos comerciantes quanto aos protocolos a serem seguidos mediante o novo Decreto e as rondas noturnas em bairros e chácaras, com fiscalização feita de forma mais efetiva, coibindo aglomerações.