Destaques Saúde

Junho teve 196 mortes e 7.309 casos de covid-19 na região

Por Gabriella Alux / Redação

5 de julho de 2021

Presidente do Sindipass afirma que, com o aumento da vacinação, as vendas no varejo devem melhorar. / Foto: Arquivo FM

PASSOS – O mês de junho teve 444 casos de covid-19 e cinco mortes a mais que os números registrados em maio na região. Em maio, foram 6.865 casos e 191 óbitos em decorrência da doença e, em junho, o número de infeções pelo coronavírus subiu para 7.309 e as mortes atingiram 196 vítimas. A média de óbitos no mês passado ficou em 6,5 por dia, sendo 0,4 maior do que em maio. Em relação às infecções, foram 22 casos a mais por dia.

Nesta semana, Piumhi foi a cidade que mais registrou novos casos da doença, com 84 ocorrências. Itaú de Minas (46), Cássia (45), Capitólio (44), Carmo do Rio Claro (43), Itamogi (38), Nova Resende (34), Alpinópolis (30), Jacuí (24), São João Batista do Glória e Ibiraci, com 23 casos em cada, e Monte Santo de Minas (20) aparecem em seguida com os maiores números de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Neste período, Paraíso (nove) ultrapassou o número de casos positivos registrados em Passos (seis). Os municípios de Vargem Bonita (17), Capetinga (14), Pimenta (13), Guapé e Fortaleza de Minas, com 12 casos em cada, Delfinópolis (10), São Tomás de Aquino (sete), São Roque de Minas e Pratápolis, com seis casos em cada, Bom Jesus da Penha e Doresópolis, com cinco casos em cada, São José da Barra (quatro) e Claraval, com dois, são os que menos registraram novas infecções pelo vírus nesta semana.


Prefeito de Paraíso tem alta da Santa Casa

S. S. Paraíso – Neste sábado, 3, o prefeito de São Sebastião do Paraíso, Marcelo Morais, recebeu alta após tratamento de covid-19 na Santa Casa do município. Marcelo fez uma publicação em rede social.

Peço que você não duvide dessa doença, pois eu achei que fosse morrer. Na segunda-feira, fiquei muito debilitado e não sabia o que fazer, a impotência era gigante. A covid acabou com meu pulmão, machucou literalmente, com uma tosse insuportável, mesmo tomando todos os cuidados. Então, não abuse, se preserve, evite aglomerações e sair sem necessidade. Deus está me dando a chance de ir pra casa, mas não queira ter essa mesma chance estando aqui dentro, cuide de você e da sua família”, declarou Morais.

O prefeito ainda afirmou que, dentro de dois meses, a vacinação no município será avançada para que os índices de covid melhore na cidade e também ajude a aliviar o trabalho da equipe de saúde que, segundo ele, está nitidamente no limite. Marcelo foi internado na enfermaria da Santa Casa do município na tarde da sexta-feira para tratamento de covid-19. Após ser diagnosticado com a doença, na última quarta-feira, o prefeito foi afastado do cargo e iniciou isolamento domiciliar.