Destaques Saúde

Infectados pela covid ignoram identificação no lixo doméstico

Por Talita Souza / Redação

15 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Em Passos, poucas pessoas seguem a orientação para identificar o lixo gerado por pacientes infectados pelo novo coronavírus ou com suspeita de covid-19. Por conta da pandemia, secretarias estaduais de saúde e outros órgãos divulgaram um protocolo para que suspeitos e infectados pela covid-19 identifiquem o lixo com o a informação: “cuidado, resíduo infectante – covid-19”. De acordo com Leonardo do Carmo Lemos, auxiliar administrativo da Ecsam Serviços Ambientais, empresa responsável pela coleta de lixo em Passos, são poucas as pessoas que estão colocando o aviso.


Você também pode gostar de:

Há seringas suficientes para começar vacinação, informa FNP

Ainda de acordo com Lemos, a coleta de lixo em Passos está sendo realizada normalmente e os funcionários têm seguido o protocolo da Organização Mundial de Saúde (OMS), fazendo o uso de máscaras.

A coleta está sendo realizada normalmente. São exigidos dos funcionários o uso obrigatório da máscara de proteção, que eles passem por acompanhamento diário com a enfermeira para aferição tanto da temperatura, como da pressão arterial, e também para que não se aglomerem. Após a coleta dos resíduos, eles vão diretamente para o Aterro Sanitário Municipal de Passos, onde o descarte é feito mecanicamente pelo caminhão, os coletores não abrem qualquer embalagem para separação, reciclagem ou afins”, disse.

A Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) divulgou, no final de março de 2020, uma cartilha de recomendações com orientações para a população sobre a separação do lixo. Segundo as recomendações da Abelpre, pessoas que testarem positivo para covid-19 não devem separar o lixo doméstico e todos os resíduos gerados na residência devem ser descartados em um mesmo recipiente.