Destaques Saúde

Incidência de covid aumenta em Passos e Paraíso e mortes chegam a 1,3 por semana

15 de junho de 2022

A média móvel de óbitos na regional de saúde de Passos foi de zero para 1,3 durante a última semana./ Foto: Reprodução.

PASSOS – Passos e São Sebastião do Paraíso estão entre os sete dos dez municípios mais populosos do Sul de Minas com aumento no número de casos de Covid-19. De acordo com o ‘Boletim IndCovid’, divulgado pela Universidade Federal de Alfenas (Unifal) nesta quarta-feira, 15, a média móvel de novos casos de covid-19 na região é igual à de um ano atrás. No entanto, o número de óbitos é seis vezes menor do que no mesmo período de 2021.

E, dentre os dez municípios mais populosos do Sul de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Varginha, Passos, Alfenas, São Sebastião do Paraíso e Três Pontas apresentaram crescimento na taxa de incidência de covid-19. Lavras e Três Corações mantiveram os números e Itajubá apresentou queda.

Nas últimas seis semanas, as quatro regionais de saúde do Sul de Minas tiveram aumento no número de novos casos de covid-19. A média móvel foi de 2.190 casos nesta semana, cerca de 18,44% a mais do que na semana anterior (1.849).

Em relação às internações, não há atualização dos dados pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Já quanto aos óbitos, na regional de Passos a média foi de 1,3 na última semana. No Sul de Minas, a média de óbitos por Covid-19 foi de 6,3.

Panorama estadual

A tendência é que a média móvel de novos casos de Covid-19 aumente durante esta semana em Minas Gerais. Durante a última semana, a taxa de incidência diária cresceu em 13 das 14 regiões mineiras, tendo menor valor registrado na região Nordeste (1,1) e maior na Sul (76,1). Quanto ao Estado, o indicador cresceu de 21,7 para 28,9 na última semana.

De acordo com o boletim da Unifal, Minas tem apresentado um crescimento diário nos casos de Covid-19 desde 4 de maio. Com crescimento nas regiões Centro, Centro Sul, Jequitinhonha, Leste, Leste Sul, Noroeste, Norte, Oeste, Sudeste, Sul e Vale do Aço; estabilidade na Triângulo Norte e queda na Nordeste e Triângulo Sul.