Destaques Saúde

Hospital recebe equipamentos de alta tecnologia

23 de Maio de 2020

Equipes do Centro Cirúrgico do Hospital Unimed recebem treinamento para utilização dos equipamentos. / Foto: Divulgação

O Hospital Unimed de Passos recebeu recentemente um microscópio cirúrgico da multinacional alemã Zeiss que conta com o novo Sistema de Visualização Avançada, o Tivato 700 e também um arco cirúrgico, modelo OEC Elite 31 MD, produzido pelo conglomerado multinacional americano GE Healthcare. Os novos equipamentos fazem parte da reestruturação do Hospital Unimed, após a aquisição da unidade hospitalar pela Unimed Sudoeste de Minas, em janeiro deste ano.

As equipes cirúrgicas do Hospital Unimed se mostraram satisfeitas com as aquisições dos equipamentos e receberam um treinamento técnico sobre a utilização do microscópio e do arco cirúrgico no final de abril. Para o neurocirurgião cooperado da Unimed Sudoeste de Minas, Marcos Antônio de Oliveira, a aquisição representa investimento no avanço tecnológico da unidade hospitalar.

O arco cirúrgico é um equipamento que tem capacidade de visualização com maior definição das estruturas ósseas nos casos das cirurgias de coluna e para os tratamentos via endovascular tais como aneurismas, malformação arteriovenosa e tumores cerebrais.

Com o novo arco cirúrgico, os procedimentos de microcirurgias minimamente invasivas serão realizados com maior segurança para os paciente e melhor precisão cirúrgica. Já o microscópio cirúrgico está entre os mais modernos do mundo, com imagem precisa e lentes especiais que facilitam a identificação dos tumores cerebrais ou de coluna com acerto e precisão muito mais eficazes, além de melhor identificação das artérias e veias.

Nas cirurgias de coluna, hérnia de disco ou desgastes , será possível realizar acesso diretos e precisos , com pequenas incisões , dando maior segurança ao cirurgião e uma incisão muito menor que leva a uma recuperação pós operatória muito mais eficaz”, destacou.

Já o cirurgião vascular cooperado da Unimed, Henrique Westin Ferreira de Brito destaca outros benefícios dos equipamentos. “Este equipamento, segundo o fabricante, é o arco cirúrgico mais moderno do mercado, sendo capaz de realizar exames e procedimentos com maior precisão e com menos emissão de radiação, pois apresenta uma ampola maior o que nos proporciona menos exposição. Este foi um dos principais critérios que levou a equipe de cirurgia vascular a optar pelo equipamento.

No início de maio foi realizada a primeira cirurgia utilizando estes equipamentos, uma microcirurgia para tratamento de hérnia de disco, em um jovem de 22 anos, que é estudante de Medicina. O paciente se mostrou muito satisfeito com o preparo da equipe e com os investimentos tecnológicos do Hospital Unimed.

Em todas as etapas da preparação, desde a recepcionista até as enfermeiras que me levaram ao centro cirúrgico, todas me trataram com extremo carinho e atenção. Em todos os momentos fui esclarecido sobre tudo o que iria ser feito e sempre perguntado se estava me sentindo à vontade e confortável.

Fiquei muito admirado com o acolhimento e com a empatia de todos os profissionais. Fiquei impressionado com a tecnologia e sofisticação dos aparelhos utilizados na minha cirurgia. Sem dúvida alguma são aparelhos desenvolvidos com os recursos e técnicas mais atualizados que se tem conhecimento”, afirmou.

Primeiro do tipo em MG

O microscópio cirúrgico pode ser utilizado, especialmente, em procedimentos da Neurocirurgia, mas também é adaptado para cirurgias reconstrutivas e ortopédicas, além de procedimentos em Otorrinolaringologia. O Hospital Unimed é a primeira instituição em Minas Gerais a adquirir este modelo de microscópio, que foi lançado em outubro do ano passado.

Além do Hospital Unimed, um hospital em São Paulo também adquiriu recentemente o microscópio cirúrgico. De acordo com o gerente regional de Vendas da Zeiss, Marcelo Krech, o sistema TIVATO™ 700 significa mais qualidade, segurança e fácil manuseio para o cirurgião, além de uma tecnologia com melhor custo/benefício neste tipo de equipamento.

Este equipamento permite que a preparação do aparelho para uso na cirurgia seja mais rápida com as tecnologias de uso fácil como Autobalance, sistema de balanceamento automático, através de um toque no botão; Autodrape, sistema de aspiração de ar (vácuo) que permite a colocação perfeita da capa cirúrgica esterilizada, evitando o risco de contaminação durante a cirurgia; sistema de conectividade totalmente digital com as salas cirúrgicas, através de interface gráfica do usuário intuitiva que simplifica a interação com o sistema em versão na língua portuguesa. Por se tratar de um sistema modular, é adaptável às tecnologias que futuramente vierem a ser lançadas.

Este aparelho possui recursos como alta qualidade de imagem ótica, controle preciso nos movimentos, no qual o cirurgião possui controle total de todas as funções do aparelho nas mãos permitindo realizar menores incisões, maior precisão na cirurgia com recuperação mais rápida para o paciente”, detalha Marcelo.