Destaques Saúde

Glória recebe mil turistas em 30 dias

Por Gabriella Alux / Especial

2 de julho de 2020

Foto: Helder Almeida

S. J. B. Glória – Após a reabertura das pousadas, o município de São João Batista recebeu cerca de mil turistas no mês de junho. O movimento foi registrado pelas barreiras sanitárias instaladas nas entradas da cidade. Os dados também apontam que cerca de 500 pessoas deslocam-se diariamente até Passos para trabalhar.

De acordo com o diretor municipal de Turismo, Leandro Costa Garrossino, nas barreiras foram registrados visitantes oriundos de cidades do interior de São Paulo, como Franca, Ribeirão Preto, São Bernardo, Santo André, e também da capital paulista, além de outros estados, como Goiás, Rio Grande do Sul, Brasília, Paraná e Santa Catarina. Os turistas que vêm de localidades de fora da microrregião devem comprovar aos fiscais a presença de familiares no município e passar pela aferição de temperatura.

A ordem é para que se hospedem apenas nas pousadas. Além disso, para evitar o grande fluxo de turistas, o combinado com os proprietários é para que os passeios em comércios, restaurantes, cachoeiras e pontos turísticos sejam liberados durante o dia, mas, à noite, os hóspedes devem ser orientados a permanecer no local. Caso a pousada ou hotel não ofereça jantar, é permitido pedir delivery, desde que cumpram as normas de prevenção”, declarou Garrossino.

Os motoristas de veículos com placas de cidades que fazem parte da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande (Ameg) devem explicar o motivo da viagem e, em caso de utilizarem hospedagem local, deverão apresentar o Termo de Compromisso de Hospedagem previamente cadastrado junto à prefeitura. Eles não são registrados por conta do grande fluxo. As barreiras também registram cerca de 500 pessoas que se deslocam até Passos para trabalhar e voltam ao Glória no mesmo dia.

A finalidade das barreiras sanitárias, que foram instaladas pelo decreto municipal nº 2213, é verificar a entrada e realizar a medição de temperatura em motoristas e ocupantes dos veículos como medida de prevenção contra a proliferação do novo coronavírus. As pessoas com temperatura a partir de 37,8º C são orientadas a retornar e procurar o serviço de saúde de sua cidade, ou, no caso dos moradores glorienses, procurar uma unidade de saúde local.

Segundo Garrossino, foi necessário ter cuidado com a reabertura de comércios e pousadas, e com a permissão da entrada de turistas.

Uma preocupação nossa foi de os números notificados subirem ou até mesmo ter uma proliferação maior do vírus e os casos confirmados aumentarem. No entanto, estamos sendo surpreendidos até agora com a estabilidade da situação de saúde do município. Então, até o momento, ninguém precisou voltar por estar com febre, não houve novos casos confirmados ou irregularidades”, completou.

O uso de máscaras de proteção é obrigatório, mesmo que por um curto caminho de deslocamento.

É uma cidade pequena, então, às vezes, as pessoas vão até a esquina ou em mercado ao lado, e por ser tudo muito próximo, descartam o uso de EPIs. Com essa pandemia, temos que ter a consciência de que, mesmo que com poucos casos na cidade, nos proteger significa proteger o próximo também e devemos valorizar isso”, finalizou o diretor.

O município, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, tem oito casos positivos e 45 notificações, sendo 17 negativos e dez monitorados.

Proprietários ou arrendatários de casas urbanas ou propriedades rurais com residência fixa em outras localidades podem acessar a cidade, desde que apresentem um documento comprobatório que vincule o imóvel ao seu nome.

Veículos de passagem, que estejam transitando em direção a Delfinópolis ou à Serra da Canastra, são orientados a utilizar, sempre que possível, o desvio por estrada de terra com acesso próximo à ponte do Rio Grande.

Os ônibus intermunicipais de Passos ao Glória e do Glória a Delfinópolis também devem fazer a parada na barreira para aferição de temperatura corporal dos seus ocupantes.