Destaques Saúde

Funcionários da UPA homenageiam enfermeira e protestam por melhores condições de trabalho

Por Talita Souza / Redação

25 de janeiro de 2021

Funcionários da unidade protestam por falta de estrutura na unidade. / Foto: Divulgação

PASSOS – A enfermeira Zuleika Rosária do Nascimento, que atuava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Passos, faleceu na noite de sexta-feira, 22, em decorrência da covid-19. Na manhã de ontem, 23, profissionais da UPA fizeram uma homenagem para a colega de trabalho e protestaram contra a falta de materiail e estrutura na unidade. A Prefeitura de Passos decretou luto por três dias em homenagem à Zuleika.


Você também pode gostar de:

De acordo com Elizabete Cristina Chaves, técnica em enfermagem na UPA de Passos, ao receberem a notícia, ela junto com as colegas de trabalho Francielle Gonçalves Silva e Heridelma Cavalcante Silva, e a ex-colega de trabalho Tânia Garcia, todas técnicas em enfermagem, se comoveram e decidiram realizar o ato em homenagem à amiga.

Quando soubemos da triste notícia da perda da nossa colega de trabalho, todos se comoveram e, de alguma forma, queríamos prestar uma última homenagem à Zuleika, que por tantos anos trabalhou com a gente. Entramos em contato com os profissionais da UPA e todos se prontificaram a participar”, contou a técnica em enfermagem.

Além de uma homenagem, o ato também foi uma forma de protesto. Ainda de acordo com Elizabete, a unidade de saúde está com deficit de funcionários, com falta de material e com a estrutura física deixando a desejar.

Estamos na linha de frente e para que possamos prestar o cuidado necessário precisamos ter condições para isso. Infelizmente, a UPA está abandonada. Estamos esgotando nossas forças e, assim como aconteceu com a Zuleika, nós tememos que possa acontecer com mais profissionais e por isso pedimos socorro”, disse.

A homenagem para Zuleika começou em frente ao Cemitério Municipal de Passos e seguiu em carreata pelo município. Elizabete conta que a carreata contou com funcionários do Samu, da UPA e também da população. O trajeto terminou na porta da unidade de saúde, onde foram afixadas faixas e feita uma salva de palmas à enfermeira.
Segundo Elizabete, Zuleika é a segunda profissional da UPA de Passos a morrer por covid-19. O primeiro foi Cláudio Alves Paula, que trabalhava na recepção da unidade.

Além disso, vários outros funcionários também se contaminaram, entre eles enfermeiros e técnicos de enfermagem. Estamos trabalhando com medo e insegurança”, disse.