Destaques Saúde

Falta de vacina compromete cronograma em prefeituras

8 de abril de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Municípios da região têm enfrentado dificuldade para cumprir cronogramas de vacinação contra a covid-19 por conta de baixa quantidade de doses repassadas pelo governo estadual através da Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS- Passos). Em nota divulgada na última terça-feira, a Prefeitura de Capetinga informou que a vacinação seria interrompida ontem por conta do número reduzido de imunizantes.

Foram entregues ao município apenas dez doses esta semana, sendo assim, as referidas doses serão utilizadas em Goianazes, obedecendo a lista de espera”, informa a administração.

Em Alpinópolis, a prefeitura priorizou a imunização de acamados e suspendeu a vacinação prevista para ocorrer em unidades do Programa Saúde da Família nesta quarta-feira.

Em razão da baixa quantidade de doses enviadas pela Superintendência Regional de Saúde ao município, para vacinação do público de 69 anos, a Prefeitura de Alpinópolis comunica que será priorizado o atendimento dos acamados desta faixa etária. Portanto, fica avisado que a vacinação programada para acontecer nos PSFs, nesta quarta-feira, dia 7 de abril, não poderá ser realizada devido ao quantitativo de doses ser insuficiente para atendimento de todo o público de 69 anos”, divulgou a administração.

Carmo do Rio Claro também alterou o cronograma. Segundo a prefeitura, foram repassadas 1.080 doses, porém, a maioria seria destinada para aplicação da segunda dose. A Secretaria Municipal de Saúde informou que não realizaria a aplicação da vacina em novos grupos, além dos já contemplados em remessas anteriores.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que não realizará aplicação da vacina em novo grupo, em cumprimento da norma técnica do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde, e também por falta de envio dos imunizantes para aplicação de primeira dose”, informou a administração.

Em Bom Jesus da Penha, o secretário de Saúde, Ronan Teixeira de Morais, afirma que o município tem vacinado pessoas na faixa etária de 65 anos ou mais, no entanto, assim como em outras cidades, a falta de imunizantes impede a elaboração de um cronograma de vacinação completo.

Quando a Regional de Saúde informa que pode efetuar mais uma entrega ao município, não sabemos o quantitativo ou a data em que mais vacinas serão entregues, então torna-se impossível prever um plano de vacinação”, disse.

No caso de São Sebastião do Paraíso, de acordo com informações da assessoria de imprensa, o prefeito Marcelo Morais deve se reunir com representantes da Secretaria de Saúde para definir quando o município dará início à vacinação de idosos de 67 anos. Já em Piumhi, a maioria das 1.750 doses recebidas na terça-feira será destinada às pessoas que já tomaram a primeira dose, com idade de 70 a 79 anos, e 30 doses serão para a força de segurança e salvamento.

Em Cássia, a prefeitura divulgou que a Secretaria de Saúde do Estado autorizou o adiantamento da aplicação da segunda dose da vacina Coronavac – respeitando o intervalo mínimo de 14 dias. Por conta disso, a vacinação agendada para o dia 20, será aplicada nesta quinta-feira. A imunização prevista para os dias 22 e 23 será feita na sexta-feira, 9, e a vacina programada para o dia 26 será realizada na próxima segunda-feira, 12.

A equipe da Folha da Manhã tentou entrar em contato com a SRS-Passos sobre a previsão de entrega de novas doses e o comprometimento dos cronogramas de imunização nos municípios, mas até o encerramento desta edição, não obteve respostas.