Destaques Saúde

Em 10 meses, 140 funcionários da Santa Casa foram infectados por covid

Por Mayara de Carvalho/ Redação

19 de janeiro de 2021

Foto: Helder Almeida

PASSOS – De acordo com o Serviço Especializado em Engenharia e Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt), que faz a gestão de segurança do trabalho da Santa Casa de Misericórdia de Passos, nos últimos dez meses foram realizados mais de 640 testes para covid-19 nos funcionários da instituição, sendo que 140 deram positivos, o que representa 21% do total. Nos últimos três meses, foram testados 200 profissionais do hospital que apresentavam algum sintoma suspeito de coronavírus, sendo 61 confirmados (30%).


Você também pode gostar de:

O montante do trimestre representa 43% do total de contaminados na unidade por todo o período da pandemia iniciada no município em março do ano passado. Na semana do Natal, de 74 testes, 20 foram positivos, o que equivale a 27% do total de exames realizados no período e 14,28% de contaminados nos últimos dez meses. A direção do hospital acredita que o afrouxamento nas medidas de segurança somados a festas e reuniões de fim de ano resultaram na alta de infectados.

A gente fica preocupado, têm funcionários que estão na área da covid-19 que acabam transitando por outras alas do hospital. Vemos isso direto mas não podemos fazer nada. Contaminações em locais como o nosso são bem mais altas, se compararmos com a contaminação em Passos, que gira em torno dos 2%, podemos ver a contaminação, aqui na Santa Casa, está três vezes maior”, disse uma funcionária que não quis se identificar.

O Sesmt informa que tem redobrado os esforços para prevenir seus funcionários de possíveis contaminações pelo novo coronavírus. Para isso, recomenda o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) de forma adequada, higienização das mãos, definição de rotas e fluxos dentro do hospital, sinalização de segurança, campanhas de conscientização e fiscalizações diárias nas frentes de trabalho.

Ainda de acordo com a instituição os funcionários que apresentam testes positivos para covid-19 e que não apresentam casos graves são afastados, em média por dez 10 dias, fazendo o tratamento em casa. Seja na fase suspeita ou após a confirmação, os funcionários recebem apoio médico e são orientados sobre evitar a proliferação do vírus. A Santa Casa conta, atualmente, com cerca de 2 mil funcionários, sendo 1.800 diretos e 200 indiretos.