Destaques Saúde

Decreto endurece medidas de combate à covid em Paraíso

12 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação

S. S. PARAÍSO – A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso publicou no final da tarde de ontem novo decreto endurecendo medidas de combate à pandemia do covid-19. O decreto dispõe sobre a manutenção de serviços adequados à municipalidade com observância de medidas para conter a transmissão comunitária do coronavírus, bem como a obrigatoriedade do uso de máscaras e aplicabilidade de multa nos casos de descumprimento de qualquer das medidas impostas no decreto.


Você também pode gostar de:

Mulher é presa por planejar roubo na casa dos avós

As novas medidas foram anunciadas pelo prefeito Marcelo Morais em coletiva de imprensa, onde ele destacou que o novo decreto deve regulamentar e regularizar ações para o funcionamento do comércio. Segundo o prefeito, o comércio não será fechado, entretanto todos estão condicionados a algumas situações, entre elas horário de funcionamento até as 22h, proibição de eventos em fazendas, sítios e chácaras com responsabilização criminal para quem desrespeitar às normas tanto para quem promover, quanto para quem alugar.

Já rastreamos de onde está se proliferando esse vírus, e é justamente dessas aglomerações. Dizemos aos comerciantes que não fecharemos o seu comércio, mas se não respeitar as normas estabelecidas, vamos cassar o seu alvará, isso se não chegarmos a interditar o estabelecimento, isso porque temos percebido que muita gente não está respeitando as delimitações previstas em decreto”, ressaltou.

De acordo com Marcelo, a situação no município é crítica, tendo sido registrado no município, somente no fim de semana, quatro novos óbitos.

Informamos ao cidadão paraisense que ele não ficará abandonado dentro do sistema de saúde, para tanto estamos reforçando os atendimentos para que a população tenha a segurança que será atendida”, destacou.

Entre as providências tomadas pelo município, está o anúncio do aumento dos números de leitos na Santa Casa, dos atuais 18 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid para 28. De acordo com o prefeito, o aumento desses leitos já era uma hipótese levantada pelo provedor do hospital, Fernando Alvarenga, diante do aumento de internações.

Outra medida adotada é a ampliação do atendimento do Ambulatório covid (na Vila Santa Maria) para 24h, a fim de que o cidadão tenha mais tempo hábil para procurar o poder público.

Fazemos um apelo ao cidadão para que ele procure o atendimento assim que sentir os sintomas da doença. Reforçamos à população que pare de gastar dinheiro à toa com testes rápidos da covid, que não terá resultado se não for feito no período certo e não teremos uma efetividade em rastrear esse caso. Sentiu os sintomas da covid, está entre o terceiro e sétimo dia, procure a Saúde do município que nós realizamos esse exame”, destacou.

Por fim, o prefeito Marcelo Morais ainda anunciou a suspensão dos atendimentos de rotina nas Unidades Básicas da Família para que todas as ações se concentrem em frear o avanço da covid no município.

O Ambulatório Covid passa a ser em caráter de prioridade. Vamos focar todo o nosso sistema de saúde no Centro Covid, na UPA, fazer todo o pré-atendimento no Centro Covid, onde será passada toda a medicação a este cidadão para que sejam encaminhados à Santa Casa somente àqueles que tiverem os sintomas que necessitem de um tratamento mais especializado por parte do Hospital”, acrescentou.

Em Paraíso, segundo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira pela prefeitura, o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus está em 1.861, sendo 37 a mais que no boletim anterior, de sábado, e os óbitos chegaram a 58, três a mais.

Passos

Em Passos, a prefeitura divulgou, nesta segunda-feira, que entrou em contato com o Instituto Butantan, na última sexta-feira, para fazer um pedido de compra de vacina Coronavac. Segundo a nota, a administração também entrou em contato com o deputado estadual Cássio Soares para solicitar insumos como seringas e agulhas. Em Passos, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira, já são 2.311 casos confirmados e 36 óbitos em função da covid-19. O número de casos subiu de 2.205, no domingo, e o de mortes passou de 35 para 36.


Cidade registra três novos óbitos por covid-19 nesta segunda-feira

S. S. PARAÍSO – O coronavírus fez novas vítimas em São Sebastião do Paraíso. Em apenas 24 horas, três novos óbitos foram registrados no município nesta segunda-feira. Desde sábado, esse número cresce para quatro. Desde o início da pandemia, a cidade contabiliza 58 mortes devido a complicações da Covid-19. Considerando os boletins divulgados, do final de semana até essa terça-feira já foram registrados 194 novas notificações da doença, além de 47 novos casos confirmados. Com isso, são ao todo 7007 notificações e 1861 casos.

A Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso alerta que a cidade está vivendo o maior pico da doença desde março do ano passado. Após mudanças na forma de contabilização dos leitos COVID no município, São Sebastião do Paraíso também tem tido altos percentuais de ocupação dos leitos disponíveis na enfermaria e na UTI. Conforme boletim divulgado ontem (11), a enfermaria Covid estava com 71,05% de ocupação (27 leitos ocupados, de um total de 38 disponíveis), enquanto a UTI, 57,14% (16 leitos ocupados, de 28 disponíveis).

No caso da UTI, o percentual de ocupação seria ainda mais preocupante caso o total de leitos disponíveis não tivesse sido ampliado, conforme anunciado pela Prefeitura. Com os 18 leitos anteriormente pactuados entre a Santa Casa e a Administração Pública, apenas dois estariam vagos para receber toda a microrregião.

No final de semana, a Secretária de Segurança Pública, Trânsito, Transporte e Defesa Civil, realizou operação em conjunto com a Guarda Civil Municipal para alertar a população sobre a situação crítica no município. Desde segunda-feira, 11, a prefeitura tem sido rigorosa na fiscalização dos cumprimentos das medidas de proteção de combate ao coronavírus. Entre as ações previstas, está a multa aos cidadãos que circularem sem máscaras nas ruas.