Destaques Saúde

Consulta pediátrica no pré-natal: saiba quais são os benefícios

16 de setembro de 2021

As consultas serão realizadas pelas pediatras Elaine Felca Beirigo Giannini, Lilia Jane Marques de Sousa Vianna e Rosângela Leal Cherchiglia./ Foto: Divulgação.

O preparo para cuidar de um bebê começa muito antes de seu nascimento e, a partir do terceiro trimestre de gestação (32ª semana ou mais), se intensificam os preparativos para a chegada do novo membro da família. Por isso, é importante que a gestante e sua rede de apoio possam tirar suas dúvidas com um especialista, contando com acompanhamento pediátrico no pré-natal e do recém-nascido em sala de parto, visando reduzir as possibilidades de agravos e também dando um acompanhamento na consulta após o nascimento na primeira semana de vida.

Por isso, a Unimed Sudoeste de Minas implantou este tipo de consulta para as gestantes. Na cooperativa, o trabalho será realizado no Núcleo de Atenção à Saúde pelas pediatras Elaine Felca Beirigo Giannini, Lilia Jane Marques de Sousa Vianna e Rosângela Leal Cherchiglia.

De acordo com as pediatras, a consulta pediátrica no pré-natal visa trazer mais segurança para a gestante e sua família.

“O papel do pediatra é entender como está evoluindo a gestação, visando preparar a equipe que recepcionará a gestante no momento do parto, diante de alguma possível intercorrência. Também é o de iniciar a construção de habilidades parentais para transformar os pais em cuidadores eficientes dos seus filhos. Este acompanhamento reduz os medos, as apreensões e a ansiedade da família em relação à chegada do bebê, por antecipar informações e estratégias para enfrentar e resolver situações do cotidiano dos recém-nascidos. Para que a consulta possa ser conduzida da melhor forma possível, é importante que a gestante tenha em mãos alguns exames e documentos como o cartão de pré-natal, seu cartão de vacinação, os resultados dos exames complementares (laboratoriais e ultrassom) e prescrições de medicamentos em uso, além de ser acompanhada da pessoa que compartilhará com ela os cuidados com o bebê”, detalham.

Este tipo de acompanhamento pode ser indicado para todas as gestantes, não se restringindo à classificação de gestação de alto risco. Durante a consulta são abordados vários aspectos do parto, nascimento e acompanhamento da saúde da criança.

No Núcleo de Atenção à Saúde, a equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, nutricionista, fonoaudióloga e fisioterapeuta, pode ser acionada caso seja constatado, durante o acompanhamento, a necessidade de um apoio multidisciplinar.

“Por meio desta parceria com os demais profissionais da saúde, melhora-se a assistência da mãe e do bebê, deixando a família mais segura no período do gestar, na assistência do recém-nascido na sala de parto e no seguimento pós-natal com o início da puericultura”, acrescentam.

É importante destacar que o acompanhamento pediátrico no pré-natal não substitui o acompanhamento ginecológico e obstétrico da mãe e os cuidados do especialista ao longo do primeiro ano de vida.

“O seguimento pós-natal com o pediatra escolhido pela família é essencial, principalmente em seu primeiro ano de vida. A primeira consulta com o pediatra, para início da Puericultura, deve ser agendada entre 07 a 10 dias após o nascimento de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria. A partir de então, o acompanhamento segue uma vez por mês até completar 1 ano. A consulta pediátrica no pré-natal trata-se de um complemento para proporcionar mais qualidade de vida e bem -estar para a gestante e o bebê”, explicam.

Para outras informações sobre esta iniciativa, procure o Núcleo de Atenção à Saúde da Unimed em Passos.