Destaques Geral Saúde

Confirmada a primeira morte por coronavírus em Paraíso

17 de abril de 2020

S.S. DO PARAÍSO – São Sebastião do Paraíso teve a sua primeira morte por coronavírus confirmada na manhã de ontem, 16. A vítima, uma mulher de 72 anos, foi internada na Santa Casa na madrugada do último domingo, 12, e acabou morrendo na tarde do mesmo dia. A Secretaria de Saúde investiga a forma como ela contraiu a doença.
O anúncio da confirmação da primeira morte por covid-19 em Paraíso foi feito pelo prefeito, Walker Américo Oliveira, pelo secretário de Saúde, Wandilson Bícego, e pelo diretor clínico da Santa Casa, Luciano Constantini, através de pronunciamento ao vivo nas redes sociais da Prefeitura.

De acordo com Constantini, a vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na noite de sábado, 11, com sintomas do novo coronavírus e seguiu, na madrugada de domingo, 12, para a Santa Casa, onde foi internada na UTI destinada a pacientes com suspeita de covid-19. “Ela recebeu todo o suporte clínico intensivo, todo o atendimento e medicamentos recomendados pelos protocolos mais atuais. Mas, infelizmente, ela teve uma piora clínica durante o dia. Então, ela precisou ser entubada e receber ventilação invasiva. Foi uma evolução muito rápida e muito crítica e, infelizmente, ela foi a óbito no final da tarde”, relatou o médico.

Logo após a morte da idosa, uma equipe médica da Santa Casa realizou a coleta de material no corpo da vítima e enviou para o laboratório Hermes Pardini, em Belo Horizonte. O resultado positivo para o novo coronavírus foi entregue à Secretaria de Saúde nas primeiras horas da manhã de ontem. Segundo Wandilson Bícego, logo em seguida, uma equipe da Vigilância em Saúde foi até a Vila Formosa, bairro onde mulher morava, para investigar o caso.

Ainda de acordo com o secretário de Saúde, a mulher possuía outras comorbidades. Diante do fato, ele fez um apelo. “Vamos usar as máscaras ao sair na rua. Peço aos empresários que forneçam máscaras aos seus colaboradores. Vamos tomar todas essas medidas para que não tenhamos mais óbitos em nosso município”, completou.

O prefeito fez coro ao pedido do secretário e lembrou que a Santa Casa possui apenas 30 leitos preparados para receber pacientes com sintomas graves do novo coronavírus. “Estamos tomando todas as precauções possíveis, orientando as pessoas, fiscalizando o comércio para que eles cumpram as regras sanitárias. E as pessoas, muitas vezes, não têm colaborado com o que temos pronunciado. Mas, eu repito: se cuidem. Não fiquem andando ao léu pelas ruas, sem necessidade. Se for até um estabelecimento bancário ou comercial, volte para a casa em seguida. Como eu disse, o vírus está na cidade. Não é questão de assustar ninguém; é cautela, porque temos um limite de equipamentos para atender a nossa população. E o nosso receio é termos um surto e não poder atender a todos”, concluiu Walker Américo.

Informações obtidas pela reportagem apontam que a idosa teria tido contato com familiares que viajaram para outros municípios.