Destaques Saúde

Casos de covid chegam a 364 na região

8 de julho de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – O número de casos de infecção pelo novo coronavírus chegou a 364 nesta terça-feira na região. Seis municípios já registraram mortes por covid-19, sendo Piumhi, com quatro ocorrências, o com maior incidência. Em seguida estão Capitólio (duas), Passos (duas), São Sebastião do Paraíso (duas), Carmo do Rio Claro (uma) e São Tomás de Aquino (uma).

Segundo boletins epidemiológicos divulgados por prefeituras da região e pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), novos casos foram confirmados, nesta terça-feira, em São Sebastião do Paraíso (dois), Piumhi (três), Pratápolis (seis), Cássia (três) e São Tomás de Aquino (um).

Em Carmo do Rio Claro, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou ontem que o município é considerado área de transmissão comunitária. Segundo o secretário de Saúde, Elias Cesar Leandro, não há mais como saber a origem dos novos casos registrados na cidade. Na semana passada, foram seis confirmações.

No início, os casos estavam localizados em apenas duas famílias, hoje os casos já estão espalhados por vários pontos”, afirma o secretário.

De acordo com ele, as ações de prevenção, o isolamento social e o uso correto de máscaras são cada vez mais importantes. “Precisamos evitar que a pandemia se torne uma epidemia dentro da cidade”, alerta Leandro. De acordo com a SES, em Minas, o número de casos confirmados chegou a 60.897 e o Estado já registra 1.282 óbitos por covid-19.

O que você também vai ler neste artigo:

  • Parceria 

Parceria

A Prefeitura de Passos divulgou, ontem, que os moradores do município podem tirar dúvidas sobre a covid-19 pelo telefone 0800 042 0506, por meio do projeto “Orienta Covid Ura”. Segundo a administração, o projeto foi desenvolvido pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), adaptado para Uberaba, e cedido para Passos. O programa conta com a participação de 60 alunos do curso de Medicina da Universidade Uberaba (Uniube). A participação dos estudantes é feita de forma voluntária e extracurricular.

Ao ligar para o número, as pessoas podem obter orientações com embasamento científico e comprovações já divulgadas por órgãos oficiais.

Foto: Arquivo FM