Destaques Saúde

Casos de covid-19 avançam 60,51% em dez dias na região

13 de julho de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – O número de pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus cresceu significativamente nos últimos dez dias, conforme aponta o levantamento realizado com base nos dados divulgados pelo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e pelas prefeituras da região. As informações são referentes ao período de 1º a 10 de julho, e o resultado mostra que a média de aumento foi de 60,51%.

A pesquisa soma os dados de 24 cidades da região, sendo que entre os locais apresentados na tabela, Passos conta com o maior número de casos positivos (113), até o último dia 10. No dia 1º, eram 67 confirmações da doença. Em percentual, o município com maior aumento no número de casos foi Alpinópolis, que teve 400% de aumento, seguido por Cássia, Guapé e Piumhi, que tem quatro mortes confirmadas, maior índice registrado até agora.

Considerando que o aumento ocorreu em todo o estado, a SES-MG afirma que existe a possibilidade da determinação de medidas de lockdown em locais específicos. “O elevado número de casos deve-se à modificação na metodologia de coleta de dados, isso permitiu que a situação epidemiológica dos municípios fosse atualizada, com o total de casos acumulados até hoje”, informou a secretaria.

O avanço dos casos tem sido registrado há mais de um mês e, por este motivo, muitos municípios alteraram os decretos que flexibilizavam atividades comerciais e de serviços. Com a ação, estabelecimentos como bares, restaurantes, lanchonetes e academias tiveram horários de funcionamento alterados e proibições de atendimento presencial, em alguns municípios da região, e devem respeitar as medidas de segurança e higiene para evitar o contágio.

As cidades que integram a Associação de Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande (Ameg) não aderiram ao programa Minas Consciente, que estabelece protocolos para a retomada das atividades econômicas no estado. Ao todo, os municípios da região registraram 452 casos confirmados e 17 mortes, até a última sexta-feira.