Destaques Saúde

Carlos Melles está internado com covid-19

27 de novembro de 2020

Carlos Melles, recebeu o prefeito de Juruaia, Álvaro Mariano. / Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – O ex-deputado federal e atual presidente do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Carlos Melles, foi internado em um hospital de São Paulo após testar positivo para a covid-19. Segundo os médicos, o quadro clínico do paraisense é considerado estável. Informações dão conta de que Melles, de 73 anos, apresentou alguns sintomas da doença no início desta semana. Ele, então, foi submetido a exames em São Sebastião do Paraíso, que detectaram o novo coronavírus. Em um primeiro momento, o presidente do Sebrae permaneceria em isolamento domiciliar, mas, depois de passar mal e ter dificuldades para respirar, ele foi levado à Santa Casa de Misericórdia.


LEIA TAMBÉM: PM inicia Operação Natalina

LEIA TAMBÉM: Convênio não renovado prejudica clientes do Banco do Brasil

Contudo, na manhã de terça-feira, 24, Carlos Melles foi transferido para o Hospital Vila Nova Star (Rede D’or), na capital paulista, com sintomas leves da doença. Em boletim divulgado no dia seguinte, a equipe médica responsável pelo tratamento do ex-parlamentar informou que o paciente segue internado devido à covid-19 e que seu quadro clínico é estável. Ainda de acordo com o hospital, ele está isolado em um apartamento, onde recebe medicamentos e atendimento fisioterápico, sem a necessidade de oxigenação suplementar.

Logo no início da pandemia, Melles se isolou em sua residência em Paraíso, de onde continuou exercendo a função de presidente do Sebrae a distância. Inclusive, nos últimos meses, ele concedeu entrevistas online para diversos veículos da imprensa nacional a respeito dos efeitos da covid-19 na economia brasileira. O número de novos casos de coronavírus em São Sebastião do Paraíso voltou a aumentar de forma rápida após alguns dias com poucos registros. De acordo com boletim da Secretaria de Saúde, 1.130 pessoas já foram diagnosticadas com a doença. Desse total, 1.061 já estão recuperadas, 27 estão em isolamento domiciliar, seis permanecem internadas e 36 acabaram morrendo.