Destaques Saúde

Capitólio renova convênio com a Marinha

23 de junho de 2020

O documento foi assinado pelo prefeito José Eduardo Vallory. / Foto: Divulgação

CAPITÓLIO – Foi assinada a renovação de convênio entre a Prefeitura de Capitólio e a Marinha do Brasil, por meio da Capitania Fluvial de Minas Gerais, neste mês de junho. O objetivo é a cooperação para a fiscalização do tráfego aquaviário nas águas do Lago de Furnas pertencentes ao município.

O documento foi assinado pelo prefeito José Eduardo Vallory, pelo Capitão dos Portos de Minas Gerais, Capitão de Mar e Guerra Nicácio Satiro de Araújo, e pelo Delegado Fluvial de Furnas, Capitão de Corveta Fabio Luis Moreira Jacobucci Bambace.

O convênio inclui o ordenamento do espaço aquaviário por parte da prefeitura; a capacitação de fiscais municipais por militares da Marinha; e as ações de disseminação da consciência náutica em marinas, clubes e colônia de pescadores, em prol da salvaguarda da vida humana, segurança da navegação e prevenção à poluição hídrica.

Pela parceria, militares da Capitania Fluvial de Minas Gerais, da Delegacia Fluvial de Furnas e fiscais da Prefeitura de Capitólio atuarão no lago, para aprimorar o planejamento e as ações de inspeção naval, proporcionando maior segurança aos condutores, tripulantes e passageiros que navegarem pela região.
Parceria

O Município de Capitólio vem realizando planos de trabalho com o apoio da Marinha desde 2016. Em 2017, a prefeitura criou a Lei Municipal Nº 11 de 20 de julho, que regula os serviços turísticos na cidade.

Em 2018, foi oficialmente firmado um convênio entre o Município e a Marinha do Brasil, envolvendo a capacitação de profissionais, sinalização náutica e orientações aos públicos para a navegação segura no lago. Também foi feito um estudo de impacto, que levou à implantação do controle de acesso ao canal dos cânions, iniciado no ano passado, visando à preservação ambiental e à segurança nesse ponto turístico. Por esse controle, há um limite no número de embarcações no local, a cada período de tempo, válido para embarcações de uso particular e uso comercial.

Conforme destaca Andréia Rodrigues, secretária-adjunta de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Capitólio (pasta que abrange a diretoria municipal de turismo), todo o trabalho de parceria com a Marinha ao longo de quase três anos foi fundamental para estruturar o turismo náutico, e também se mostra relevante durante o período de enfrentamento à pandemia covid-19.

O convênio com a Marinha nos auxiliou a organizar o turismo náutico no período de ‘boom’ que vivemos há mais de três anos, com um crescimento expressivo no número de embarcações e, principalmente, na demanda por parte dos turistas. Todo o trabalho amadureceu o setor e agora, no contexto da pandemia, tivemos um importante trabalho de cooperação entre todas as partes envolvidas, para preparar o retorno seguro”, afirma Andreia.

Os passeios náuticos comerciais, juntamente com os passeios 4×4, foram autorizados a funcionar novamente por decreto municipal publicado no último dia 19 de junho, devendo atender às medidas de segurança frente aos riscos do coronavírus. Para tanto, foram elaborados documentos ilustrados com protocolos que os empresários, trabalhadores e clientes dos passeios devem obedecer.