Destaques Saúde

Câmara de Jacuí rejeita CPI sobre tentativa de intervenção em hospital

22 de abril de 2021

O impasse entre a atual administração do município e o hospital teve início em 12 de janeiro. / Foto: Divulgação

Jacuí – A Câmara de Jacuí recusou a proposta de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a tentativa de intervenção no Hospital e Santa Casa do município por parte da prefeitura. O pedido de CPI, feito pelo vereador Paulo Antônio Soares, foi reprovado por sete votos a um, na noite da última segunda-feira, e o Legislativo decidiu fazer uma audiência pública sobre o assunto.

O impasse entre a atual administração do município e o hospital teve início em 12 de janeiro, quando foi publicado um decreto propondo uma intervenção técnica na unidade de saúde. De acordo com a diretoria do hospital, a partir do pedido de intervenção, foram cortados os repasses para pagamento de energia elétrica e abastecimento e manutenção de veículos. A prefeitura aponta que não houve corte de repasse, mas adequação de pagamentos de acordo com contrato e a prestação de serviços por parte do hospital.

Segundo o presidente da Câmara, João Jorge Simão de Oliveira, a abertura de uma CPI causaria mais desgaste e que a população poderia ser afetada.

Somos muito bem atendidos aqui em Jacuí pelo Hospital Santa Casa. A prefeitura também é muito boa. Por isso vamos colocar as partes frente a frente para resolver essa situação amigavelmente”, disse.

De acordo com ele, o município tem convênio com hospitais de Passos, São Sebastião do Paraíso, Alfenas e Piumhi.

Então, estamos bem atendidos. Porém, é triste ficar nessa briga. O hospital cortou estacionamento, que havia ao lado da unidade, prefeitura cortou abastecimento dos veículos e quem sai mais prejudicado é o povo”, afirma o parlamentar. Na sessão, o vereador Paulo Soares foi o único a votar a favor da proposta.