Destaques Saúde

Barreiras registram pouco movimento na primeira semana de funcionamento 24 horas

16 de julho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

CÁSSIA – Na primeira semana funcionando 24 horas, as barreiras sanitárias de Cássia tiveram pouco fluxo de veículos. O tráfego mais intenso, conforme registrado, ocorre nos fins de semana, no período noturno. De acordo com Vanessa Chiarelli, secretária de Saúde, durante a semana quase não há movimento.

A barreira começou a ser 24 horas no último fim de semana, que teve movimento até por volta da meia-noite, porém, após este horário e também durante a semana, não tivemos movimento”, afirmou.

Antes da nova medida – que seguirá por tempo indeterminado –, as barreiras sanitárias operavam em horário comercial. Em uma semana, os casos positivos para o vírus, na cidade, foram de 20 (8 de julho) a 46 (15 de julho), um aumento de mais de 100%.

De acordo com a prefeitura, os próprios moradores reivindicaram a medida.

A população estava pedindo para que fosse feito isso, alegando que muitas pessoas estavam passando durante a noite, já que as barreiras ocorriam apenas durante o dia”, informou a assessoria.

Na barreira, é realizada a aferição da temperatura de quem busca entrar na cidade e, caso ela seja superior a 37°C, a pessoa é encaminhada para a Central Covid.

Ninguém é impedido de entrar em Cássia, porém é necessário que passe por essa triagem na entrada e saída da cidade. Outras medidas para conter a transmissão estão sendo executadas, como a presença de vigilantes em locais que formam filas extensas e o uso de carro de som em locais que registrem aglomeração.

No último boletim atualizado, Cássia tinha 46 casos positivos de coronavírus. Desse total, 21 pessoas já estão recuperadas e 25 seguem em observação.