Destaques Saúde

Alpinópolis regride para a Onda Amarela

5 de dezembro de 2020

Foto: Arquivo FM

ALPINÓPOLIS – Alpinópolis regrediu, na última quinta-feira, 3, para a Onda Amarela do plano Minas Consciente. De acordo com o último relatório divulgado pelo portal virtual do Estado de Minas Gerais, nesta quinta-feira, a macrorregião Sudeste está na Onda Amarela, enquanto microrregião de Passos e Cássia regrediram para a Onda Vermelha.


Você também pode gostar de: Educadores cobram igualdade em Plano de Carreira

Ministro debate com entidades retorno das aulas presenciais

Segundo o coordenador de vigilância em saúde de Alpinópolis, Ederaldo Silva Leandro, o município fez um decreto em setembro avisando que não soltariam mais decretos avisando quando a cidade mudasse de onda. Leandro explica que o município decidiu regredir para a Onda Amarela devido ao aumento de casos na última semana.

Só na última semana já tivemos um acréscimo de 10 casos. A nossa micro já está na Onda Vermelha e a macro está na Onda Amarela. E nós seguiremos a macro na Onda Amarela por causa da economia. Estamos fazendo um trabalho de alerta e conscientização da população”, explica.

Ao todo, Alpinópolis está 154 casos positivos de Covid-19, desse total 133 estão recuperados, seis estão em isolamento domiciliar, dois estão hospitalizados e cinco vieram a óbito. De acordo Leandro, o município vai intensificar o trabalho de conscientização da população através de propaganda volante nas ruas e uma parceria com as igrejas locais, para que os líderes religiosos possam alertar a população.

A prefeitura municipal de Passos informou através de uma nota que, apesar da microrregião de Passos ter regredido para a Onda Vermelha no Minas Consciente, o município irá permanecer na Onda Amarela. Na nota a prefeitura explica que, mesmo com o aumento de notificações, “os indicadores de avaliação de casos positivos e ocupação de leitos permanecem baixos e controlados”.

A decisão foi tomada durante uma reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, realizada na última quinta-feira, no ambulatório São Lucas, onde estiveram presentes o secretário municipal de saúde Evandro Bogo, a referência técnica em epidemiologia Paula Fabiana Tavares Freitas, a chefe de Vigilância Sanitária e membro da brigada de enfrentamento à Covid-19 Luciana de Medeiros Castro Ladeira, a médica infectologista Rosana Porto Viana Teixeira e o diretor de departamento Maxwell Messias Ribeiro.