Destaques Saúde

Alpinópolis identifica 17 comerciários com sintomas gripais em busca ativa

Por Gabriella Alux / Redação

5 de julho de 2021

EM ALPINÓPOLIS O COMÉRCIO FOI MONITORADO E TRABALHADORES COM SINTOMAS GRIPAIS TESTADOS. / Foto: Divulgação

ALPINÓPOLIS – A Prefeitura de Alpinópolis identificou 17 trabalhadores do comércio com sintomas gripais por meio de busca ativa realizada no município. O procedimento foi feito na última semana em 129 estabelecimentos, onde 449 pessoas foram entrevistadas. Os comerciários com suspeita sintomas gripais foram encaminhadas para as unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) do município. A ação tem o objetivo de identificar pessoas com suspeitas de covid-19.

De acordo com a enfermeira coordenadora responsável pelas unidades de atenção primária à saúde, Marina da Cunha Moreira, os relatórios ainda não foram finalizados, pois faltam alguns estabelecimentos para visitar, mas que, no momento da coleta, os trabalhadores assintomáticos foram liberados do isolamento e os que mantinham os sintomas foram encaminhados para realização do teste RT-PCR.

Avaliamos que havia um número considerável de trabalhadores que apresentaram sintomas de gripe como coriza, tosse, espirro e, mesmo assim, continuaram atuando em suas respectivas atividades. Esses trabalhadores foram submetidos ao teste rápido de antígeno”, declarou.

Os dados da busca ativa foram coletados do dia 21 até essa quinta-feira, 1º. No PSF I, 23 pontos foram visitados, 79 trabalhadores entrevistados e identificaram 12 pessoas sintomáticos. Os profissionais de saúde do PSF IV visitaram 35 estabelecimentos e entrevistaram 108 trabalhadores e, os do PSF Marcelino Honório de Morais, visitaram 44 locais, onde identificaram cinco pessoas sintomáticas, entre 199 entrevistadas. Na região central, 27 estabelecimentos foram visitados e 63 pessoas foram entrevistadas, sendo que nenhuma delas apresentou sintomas.

Os registros relatados são de cinco PSFs do município e, de maneira geral, os profissionais de saúde observaram que nem todos faziam o uso de máscaras, foram indagados sobre moradores do mesmo domicílio que estariam sintomáticos e foram orientados sobre o uso correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Segundo os relatórios, também consta que um vendedor se recusou a responder e que, em um estabelecimento, houve a omissão de uma pessoa com sintomas respiratório que, no dia seguinte, testou positivo para a covid.

Segundo Marina, a iniciativa da busca ativa no comércio foi devido a suspeitas de que alguns locais estarem mantendo os funcionários com sintomas gripais no trabalho.

Isso aconteceu em um comércio do município. Um funcionário estava trabalhando gripado e, ao testar positivo para a covid, desencadeou um surto no estabelecimento, que foi fechado e gerou muito prejuízo para o local”, relatou.

A partir da busca, identificamos algumas pessoas dentro desses critérios que encaminhamos para os PSFs. Com isso, pedimos a colaboração dos empresários para que fiquem atentos a seus funcionários, pois ainda estamos em um momento em que não é permitido dar brecha ao achar que é sinusite, ou rinite, por exemplo. A incidência da doença em nosso município diminuiu, mas não a ponto de flexibilizarmos nossos cuidados”, afirma a coordenadora.