Destaques Saúde

Capitólio e Itaú de Minas têm um caso provável de dengue cada

Por Talita Souza/ Especial

15 de janeiro de 2022

Os demais municípios da região não registraram casos prováveis da doença, segundo boletim divulgado pela SES-MG./ Foto: Reprodução.

PASSOS – Capitólio e Itaú de Minas são os únicos municípios da região que registraram casos prováveis de dengue, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), no último dia 12. Nas duas cidades, foram registrados um caso provável em cada.

De acordo com a SES, 65 dos 853 municípios mineiros tiveram casos prováveis de dengue na última semana. A capital mineira, Belo Horizonte, aparece em primeiro lugar, com 20 notificações da doença. Em seguida, aparecem Jenipapo de Minas, município do Circuito Turístico das Pedras Preciosas, com 13 notificações; Conceição de Ipanema, no Vale do Rio Doce, com dez notificações; Monte Carmelo, no Alto Paranaíba, com dez notificações; e Taboeiras, no Alto Rio Pardo, também com dez notificações da doença. Capitólio e Itaú de Minas ocupam, respectivamente, a 34º e 44º posição no ranking estadual de casos prováveis de dengue.

No boletim anterior, divulgado no dia 7, a região aparece com 342 casos prováveis de dengue, 99,41% ocorrências a mais do que no último levantamento. Na primeira semana do ano, Passos, com 105 notificações, era o município da região com mais registros da doença, seguido por Piumhi (81), São Sebastião do Paraíso (56), Capitólio (35), Cássia (16), Itaú de Minas (11), Alpinópolis (9), Capetinga (5), Monte Santo de Minas (5), São José da Barra (5), Doresópolis (3), Guapé (3), Jacuí (2), São Roque de Minas (2), Fortaleza de Minas (1), Ibiraci (1), Itamogi (1) e São Tomás de Aquino (1).