Destaques Geral

Preço da gasolina sobe 7,12% e do gás de cozinha aumenta 9,81%

9 de julho de 2024

VALOR COBRADO AO CONSUMIDOR FINAL DEVE TER REAJUSTE MÉDIO DE R$ 0,15, APONTA PETROBRAS. Foto: Divulgação

RIO DE JANEIRO – A Petrobras anunciou nesta segunda-feira, 8, o reajuste de R$ 0,20 no preço do litro da gasolina, para as distribuidoras de combustíveis, e de R$ 3,10 no botijão de gás de cozinha, também para as distribuidoras.

Os aumentos começam a vigorar a partir desta terça-feira, 9. Na gasolina, a alta é equivalente a 7,12% sobre o preço. O novo valor cobrado na distribuição será R$ 3,01. No GLP, o reajuste corresponde a 9,81% e o preço do botijão com 13 quilos sobe para R$ 34,70.

Segundo informações da Petrobras, o impacto no preço da gasolina vendida ao consumidor final, que tem 27% de etanol na composição, deve ser de R$ 0,15 por litro.

No entanto, o valor cobrado pelos postos de combustível depende de cada varejista, uma vez que ainda são incluídos no valor as margens de lucro do comerciante e da distribuidora, além dos custos associados ao transporte.

Segundo a Petrobras, esse é o primeiro reajuste da gasolina neste ano. A última vez que a estatal havia modificado o preço do produto havia sido em 21 de outubro de 2023, quando houve redução de 4%. O último aumento ocorreu em 16 de agosto do ano passado (16%).

A Petrobras também anunciou aumento do preço do gás de cozinha (GLP), que subirá R$ 3,10 por botijão de 13 quilos (9,81%) e passará a custar R$ 34,70.

O último ajuste no preço do gás de botijão havia sido feito em 1º de julho de 2023, quando houve queda (-3,9%). O último aumento (24,9%) havia sido feito em 11 de março de 2022.