Política

Partidos de Alpinópolis repercutem pesquisa

24 de março de 2020

ALPINÓPOLIS – O ex-prefeito Júlio César Bueno Silva, o Júlio Batatinha, do Partido Trabalhista Brasileiro, (PTB), que lidera a primeira pesquisa Folha/F5 Atualiza Dados – que apurou a intenção de votos entre os eleitores de Alpinópolis para o pleito eleitoral deste ano -, assegurou, em nome do partido do qual seu pai, José Vicente da Silva, é o presidente, que se surpreendeu, de forma positiva, com
o resultado.
O servidor público do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e ex-prefeito nos anos de 2013 a 2016, Júlio Batatinha, disse à reportagem ter ficado honrado em saber que a população de Alpinópolis confia em seu trabalho.
“Fui prefeito por um mandato, meu pai foi por dois mandatos. Somos um grupo forte, coeso, que trabalha pelo bem da população de Alpinópolis. Porém, quero deixar claro que depois que saí da administração não tenho cargo, não faço qualquer interferência na gestão do atual prefeito. E, que também, não lançamos pré-candidatura”,
explicou.
Questionado se vai se lançar candidato, após este resultado, Batatinha comentou que jamais diz nunca para nada. “Vamos seguir observando o cenário e no momento correto, se for da vontade da população e do grupo, posso me colocar a serviço de Alpinópolis”, garantiu.
Sobre o índice de rejeição que o coloca em terceiro, com 20,27% dos votos, Batatinha disse achar normal. “Vejo com normalidade para quem já exerceu um cargo de prefeito e que, também, tem opositores ferrenhos como é nosso
caso”, disse.
Para o presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) Marciel Wanderley da Silva Freire, o partido renasce grande em Alpinópolis com o trabalho encabeçado pelo vereador Rafael Freire e vem de encontro com o sentimento de mudança da população.
Questionado sobre a colocação em terceiro dos cinco pré-candidatos apontados de forma espontânea na pesquisa, com 18,88% dos votos, e também em terceira colocação com 15,73% na pesquisa estimulada, o presidente que também é pai do político, afirmou que Rafael é muito jovem, é advogado, é firme e está preparado.
“Como vereador está fazendo um trabalho muito elogiado dentro e fora de Alpinópolis. O resultado da pesquisa nos deixou muito empolgados porque mostra que o cenário está aberto e as chances de crescimento do Rafael são grandes, até porque ele nem lançou a sua pré-candidatura ainda”, afirmou o presidente.
Sobre o índice de rejeição de Rafael Freire em 19,20%, como o quarto colocado de cinco, o presidente do PSB afirma que é natural do processo político. “Observamos que o índice não é alto e todos os três primeiros colocados estão tecnicamente empatados neste quesito. Isso mostra que o Rafael tem um eleitorado fiel a ele e que o eleitorado do primeiro colocado o vê como o principal adversário a ser batido”, afirmou.
Para o presidente do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) José Acácio Vilela, que também foi o segundo mais votado na pesquisa, tanto na espontânea quanto na estimulada, com 24,44% e 26,67%, respectivamente, disse ter achado estranho seu nome não ter sido colocado em alguns cenários.
“Só achei estranho não ter colocado no questionário o meu nome disputando com o Júlio e Rafael, uma vez que fez simulação do terceiro com o primeiro. Quero dizer, por que Rafael x Jéúlio e não Júlio x Zé Acácio e Rafael x Zé Acácio?”, questionou, o presidente que se disse pré-candidato ao próximo pleito e que está no cargo de vereador pela terceira vez em Alpinópolis.
Com relação ao índice de rejeição, Zé Acácio disse ver como uma coisa natural. “O povo conhece meu trabalho tanto na área privada quanto na administração pública, aja visto pois, já por dois mandatos em cargos comissionados na prefeitura”, contou.
O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Fabiano Henrique Aguiar Pereira, disse acreditar que o atual prefeito sempre colocou que não iria para a reeleição. “E, enfrentou o que poucos prefeitos enfrentaram, um confisco bilionário no Estado de Minas Gerais para com os Municípios, somente para Alpinópolis são mais de R$6 milhões. Porém, com toda essa crise enfrentada foram mantidas as contas em dia, décimo terceiro pago.E agora estamos enfrentando algo nunca visto no mundo, que é o coronavírus”, comentou Pereira.
A Folha tentou por telefone e pelo aplicativo whatsapp falar com o presidente do partido PR, e quarto colocado na pesquisa espontânea, Leonaldo Cândido da Silveira, o Léo do Posto, mas não obteve retorno.