Destaques Polícia

Vítimas do vazamento na JBS seguem internadas

5 de novembro de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – As duas pessoas afetadas pelo vazamento de hidróxido de amônio (gás amônia) na unidade de Passos da JBS seguem internadas no setor de urgência e emergência da Santa Casa de Misericórdia. Conforme o hospital, a situação do homem é estável, mas o estado de saúde da mulher é grave e ela está respirando com a ajuda de aparelhos.

O acidente aconteceu na tarde de terça-feira, 3, e, segundo as análises do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar (PM), a causa foi o rompimento de uma válvula. As vítimas trabalham no frigorífico e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que as encaminhou ao hospital. Na ocasião, os profissionais conseguiram conter o gás por meio do uso de linha direta com água e uma mangueira. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) possui uma cartilha que destaca os efeitos causados pela amônia.

Dependendo do tempo e nível de exposição, podem ocorrer de suaves irritações a severas lesões no corpo e isto se deve à ação cáustica alcalina do produto. O contato com o gás pode causar severas queimaduras nos olhos e pele, uma vez que pode ser sufocante e até causar a morte do indivíduo. Em todos os casos, o atendimento médico imediato é fundamental”, destaca o documento.

Em nota, a JBS esclarece que está prestando a assistência necessária às vítimas e se compromete a investigar todas as possíveis causas que levaram ao acidente. A companhia ainda enfatiza que seguiu todos os protocolos no processo de evacuação do imóvel, com o principal intuito de garantir a segurança de todos que estavam no local e impedir que o acidente fizesse novas vítimas.

LEIA TAMBÉM: Funcionário da Santa Casa morre soterrado em obra